OVERLAND PARK HIGH SCHOOL

♥ participa qm quiser qm nao quiser senta e chora ♥
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 ♥ O RPG É AQUI ♥

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
sweetchemical
Admin
avatar

Mensagens : 42
Data de inscrição : 18/09/2016
Idade : 18

MensagemAssunto: ♥ O RPG É AQUI ♥   Dom Set 18, 2016 7:47 pm



Alguns meses se passaram desde a festa de Halloween, que não só arrecadou fundos para o colégio como também divertiu grande parte dos alunos. Agora, um mês depois, faltam apenas algumas semanas para a pausa do Natal. A neve já cai em Overland Park, não só avisando que a melhor época do anos para muitos está se aproximando mas também anunciando que, junto com ela, vem o famoso baile de inverno de Overland Park High School, esperado por tantos. A data já foi anunciada, faltando apenas alguns dias para a festa, aumentando ainda mais a ansiedade e as brigas para ver quem vai com quem. Será que você consegue arrumar um par a tempo?


CLIMA DO RPG: Frio — Neve moderada
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://overlandparkhs.forumeiros.com
starkrules

avatar

Mensagens : 31
Data de inscrição : 18/09/2016
Idade : 19

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Sab Set 24, 2016 9:46 pm


arizona cosgrove ✖ dezessete ✖ fotografia&rejeitada

Arizona não queria sair de sua cama naquele dia. Assim como não queria no dia de ontem e nos dias passados. Porém desta vez era diferente, eram exatas 8:00 AM de uma fria segunda-feira e ela tinha que comparecer ao seu colégio urgentemente.
Ao descer as escadas até a cozinha de sua casa, a morena (ainda descabelada e vestindo seu pijama) encontra sua mãe, aos berros mandando a mesma trocar de roupa pois estava atrasada. A voz da mais velha entrava por um ouvido de Ari e saía pelo outro, ou seja, não conseguia absorver absolutamente nada do que a senhora a sua frente estava dizendo. Se aproximou da mesa, pegou uma torrada com geleia e voltou a subir para seu quarto.
Enquanto trocava de roupa, alternando entre comer a torrada e colocar um pé na sua bota, Arizona pensava no quanto havia faltado nesses últimos tempos do colégio. Nem chegou a aparecer na festa de Halloween organizado pelo mesmo. Fazendo as contas com os dedos havia chegado à conclusão de que faziam exatamente um mês que a morena não comparecia as aulas, e isso era um problema, teria que levar todos os seus atestados a diretora naquele mesmo dia.
Terminando de se trocar, Ari pega sua bolsa e sua câmera polaroid e desce as escadas novamente. Beija sua mãe na bochecha indicando um adeus, e vai até o metrô mais próximo.
...
Levariam alguns minutos para Arizona chegar em seu colégio, entretanto ela não tinha pressa e o metrô não estava lotado naquela hora da manhã. Como não tinha nada para fazer, abriu sua mochila para verificar se todas as suas coisas estavam lá dentro. Não conteve um grito de desapontamento ao ver que seu objeto favorito não se encontrava na bolsa.
-Não acredito que esqueci a minha preciosa cola branca em casa, inferno!!!-


lydia welch ✖ dezessete ✖ cheerleader&popular

Lydia estava se sentindo perfeita (nada diferente). Seus lençóis egípcios a protegiam do mundo lá fora e da imensidão de seu quarto, e todos aqueles travesseiros da NASA a faziam querer passar o resto da vida naquele poço de felicidade chamado: cama.
Mas infelizmente um maldito despertador a fez levantar e acordar para a realidade de uma chata segunda-feira. Vestiu um robe lilás que se encontrava no divã a esquerda da cama, olhou seu reflexo do espelho da penteadeira. Para ela não havia nada mais bonito do que aquela imagem, todo o ódio por ter que sair da cama era compensado por aquela visão.
Desceu então as escadas, ainda cambaleando por efeito do sono. Chamava por sua empregada Marie, mas nem sinal da subordinada. E pelo visto nem mesmo de sua mãe. “Por onde caralhos anda Loreen? Eu nunca a encontro em casa!”, a loira pensou.
Foi então até a cozinha a procura de algo para beber e se contentou com um copo de suco de laranja. Após alguns minutos Lydia percebeu que não estava sozinha no cômodo. Havia outra pessoa ali com ela, uma desconhecida. Com um pouco de sonolência e aquele “maravilhoso” humor ela diz com voz suave:
- Quem é você, estranha? O que faz na minha casa? Entrou pela portinha do meu poodle? -
A garota quebrou seu silêncio dizendo que seu nome era Liu e que estava ali para ocupar a vaga de empregada que Loreen estava oferecendo. Foi nesse momento que Lydia se lembrou que Marie havia se demitido por não aguentar mais as paranoias de Loreen e que ambas procuravam por uma governanta que estivesse à altura do cargo. Mas analisando bem a candidata, a loira logo disse:
- Você tem certeza de que está apta a trabalhar conosco. Bom, cara de serviçal eu já sei que você possui, mas será que pode conviver com duas deusas da beleza em um mesmo lugar?
Lydia não deu oportunidade para a garota esquisita responder. Se aproximou do painel de chaves e pegou as chaves de seu carro. Estava atrasada para o colégio mais uma vez, porém, mais uma vez ela não se importava.
- Pois bem então, Liu...já que você quer a vaga, comece limpando isso – a loira diz jogando uma jarra de cristal cheia de suco de laranja no chão: - boa sorte para convencer a minha mãe, bye bye.
A loira logo saiu para fora e entrou em seu elegante, porém poderoso, carro rosa. Aquele já era o terceiro que ela possuía e que ainda não tinha quebrado, era um raríssimo exemplar de uma marca da moda. Ligou o motor e logo entrou na estrada principal, ajustou a rádio para uma música bem “mais ou menos” e seguiu rumo até Overland Park.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
sweetchemical
Admin
avatar

Mensagens : 42
Data de inscrição : 18/09/2016
Idade : 18

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Ter Set 27, 2016 5:27 pm



trisha kendrick ♡ dezessete ♡ cheerleader&popular ♡ roupas

Trisha acordou um verdadeiro demônio naquela manhã. Odiava as aulas do mês de dezembro, ter que acordar no frio era a morte para a cacheada. E como já não bastasse tamanha frustração, teria de aguentar não só sua irmã lhe enchendo o saco, mas também sua mãe falando mal de sua tia rica que não lhe desejou felicidades no seu aniversário e seu pai falando sobre o desperdício de dinheiro e comida no café da manhã. Um dia comum na família Kendrick, mas estressante o suficiente para fazer a filha mais velha sair cedo para o colégio puxando sua irmã pelo braço. Como de costume, era ela quem dava carona todas as manhãs. Pobre de Aisha que tinha que suportar as reclamações e xingamentos da irmã.
— Hoje, mais do que nunca, finja que não me conhece. — Ordenou a morena, se retirando do carro que havia sido estacionado na sua vaga reservada, ao lado do automóvel da melhor amiga Lydia, que já estava no colégio em seu ilustre carro rosa.
Retocou o batom antes de pôr seus pés dentro do colégio. A neve já caía, mas não tanto a ponto das aulas serem canceladas - Uma pena. Trisha caminhou pelo extenso corredor de OPHS, recebendo olhares de diversos alunos - Alguns de admiração, outros de ódio, e até alguns assustados. Sabiam o quanto a garota poderia ser perigosa, e nenhuma alma daquele colégio arrisca se meter com uma das rainhas de Overland Park High School.
Avistou o namorado Harry ao longe encostado em um dos armários, fazendo a garota sorrir e caminhar saltitante até ele, ignorando o fato que este conversava com alguns colegas do time — Bom dia, fofinho Sorriu, dando um selinho no rapaz — Boa sorte no treino de hoje, fiquei sabendo que os melhores vão ser escalados para as regionais no começo do ano que vem. Estarei na torcida, como sempre. E não se esqueça que hoje iremos ao cinema, vou ver se chamo a Lydia e o Erick para nos acompanharem. Agora, falando nisso, preciso encontrar ela, tenho assuntos a tratar. Byeeeee — Falou, antes de se afastar em busca da loira, que logo foi encontrada. — Você viu o que a vagabunda da Lacey postou no blog dela? Ela fez uma votação de quem deveria ser considerada a rainha do baile, e eu, você e a Dakota estamos quase em último. Até o seu primo tá na nossa frente! — Pôs as mãos na cintura, indignada. — Lydia, as cheerleaders sempre ficaram nas três primeiras colocações, eu não vou deixar que um bando de perdedoras tirem o nosso título.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://overlandparkhs.forumeiros.com
telephanie

avatar

Mensagens : 20
Data de inscrição : 18/09/2016
Localização : now if i keep my eyes closed, he looks just like you

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Ter Set 27, 2016 7:39 pm


dakota furtwängler ☆ dezessete ☆ cheerleader&popular

Dakota definitivamente não estava tendo um bom dia. A raiva foi tanta ao ver aquela merda no blog daquela flopada sem estilo, que acabou arremessando o seu notebook da janela do segundo andar. — FILHA DA PUTAAAAAAAAAAAAA — Gritou, tomada pela raiva, até que a empregada, Kathleen, fez questão de entrar no seu quarto para verificar se estava tudo bem. Dakota dispensou aquele ser desprovido de graça com um gesto de mão, aproveitando para xingá-la em alemão. — Saia daqui, antes que eu tenha uma ADP com a sua presença, saumensch! — Divertia-se com a burrice da empregada contratada por seus pais, até porque entender palavrões em outra língua não é para todos.
Teve outro acesso de raiva quando viu do lado de fora da sua janela: nevava, o que significava que ela não poderia usar as roupas de destruidora de casamentos que eram basicamente a sua marca registrada, naquele dia. Resolveu não xingar alto para a empregada não dar o ar de sua graça em seu quarto, no entanto, começou a destruir coisas sem qualquer valor para si no seu quarto para conter sua raiva. Jogou um jarro de flores no chão, chutou a cadeira da escrivaninha, rasgou as cortinas, etc. Nada de importante. Depois de muito depredar o patrimônio doméstico, se rendeu e usou, pela primeira vez naquele mês, uma calça jeans - e ela não estava nada contente com isso.
Como sempre, seus pais não estavam em casa, apenas o otário do seu irmão mais velho, Ashton. Decidiu nem dar um "bom dia" para o fudido, porque fudidos não merecem receber gentileza de pessoas interessantes como Dakota. Mostrou-lhe a língua, pegando uma pêra da fruteira, porque maçãs são muito clichês. Comeu a fruta e em seguida entrou na garagem, entrando em seu carro e dando partida. Avançou todos os sinais fechados e xingou todos os outros motoristas que buzinaram para si, chegando na escola, parou o carro torto na vaga e entrou na escola, parando na porta e olhando para todos aqueles nerds e hipsters flopados e fedorentos com desgosto. — O que os imbecis estão olhando?! Até parece que nunca viram uma garota gostosa na vida! — E se Dakota duvidasse, nunca teriam visto mesmo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
sweetchemical
Admin
avatar

Mensagens : 42
Data de inscrição : 18/09/2016
Idade : 18

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Qua Set 28, 2016 5:22 pm



erick harrison  ✖ dezoito ✖ capitão do time de futebol&popular ✖ roupas

Erick estava exausto. Havia voltado ontem a noite para a casa, após uma semana fora de Overland Park. Como de costume, havia ido para o Texas mais uma vez junto com seu pai, visitar seus queridos primos que sua namorada costumava chamar de caipiras. Ah, Lydia. Não aguentava mais ficar tanto tempo longe da sua namorada, apesar de ter sido apenas sete dias, Erick já considerava isso muito.
Levantou-se da cama em um pulo, super disposto para o começo do dia. Estava um belo frio do lado de fora, então tratou de colocar roupas que o aquecesse o suficiente após o banho rápido que tomou. Cumprimentou sua irmã mais nova, que simplesmente o ignorou enquanto passava no corredor, e assustou-se ao ver Claire saindo de seu quarto. Desde quando ela estava em casa? Sua irmã era meio estranha. No Natal do ano passado ela usou um traje medieval para o jantar em família. Não estranharia se esse ano ela fosse de fada, ou algo do tipo.
Desceu as escadas com a mochila já nas costas. Sua mãe estava sentada numa ponta da mesa tomando seu café, enquanto seu pai estava na outra fazendo o mesmo e ainda lendo jornal, ignorando qualquer contato com Miranda. Não era novidade que seus pais não tinham uma relação muito boa, mas talvez Erick fosse burro demais pra perceber isso. — Bom dia, família. Já vou embora porque quero encontrar minha princesa logo, a tarde nos falamos! — Exclamou, pegando um achocolatado de caixinha da geladeira e saindo para o seu carro. Como não morava muito afastado do colégio, o caminho foi rápido. O presente que havia comprado no Texas para sua namorada já se encontrava no porta-malas do carro, e ele tinha certeza que ela iria a-do-rar.
Estacionou o veículo na sua vaga, sorrindo ao ver o carro da namorada já estacionado também. Se retirou de lá, pondo seu chapéu de cowboy comprado no Texas para ir se encontrar com a namorada caracterizado. Depois, pegou o presente - Que não era nada menos que um violão rosa - E se retirou, ignorando os olhares e risadas que recebia de algumas colegas. Mais tarde bateria em todos.
Avistou sua namorada conversando com Trisha no fim do corredor, e sorriu grande. Tocou uma nota desafinada do violão — LYDIAAAAAAAAAAAAA MEU AMOR, VOCÊ NÃO SABE A DOOOOOOOR QUE FOI FICAR LONGE DE VOCÊÊ — Cantava, em estilo country - Por mais que parecesse uma foca desafinada. — EU PODIA TER TE TRAZIDO UM BUQUÊEEEEEE…. MAS AO INVES DISSO, ACEITE MEU PRESENTE, UM VIOLÃO E UM CHICLETE, DEPOIS VOCÊ VAI ME FAZER UM….. — Fez uma pausa, tocando mais uma nota desafinada do violão — BOLOOOOO — Terminou a música, fazendo um agradecimento — Meu amor, senti tanto a sua falta — Falou, abraçando a loira enquanto ainda segurava o violão rosa, antes de entregá-lo para a garota — Gostou do presentão e da serenata? Pensei nela o caminho inteiro
.




oliver w. marshall  ✖ dezoito ✖ natação&rejeitado ✖ roupas

O despertador barulhento fez com que o garoto soltasse uma série de palavrões antes de enfim levantar-se de sua cama. De início não se encontrava muito animado para ir ao colégio, mas ao recordar-se da novidade que tinha para contar para sua amiga Courtney, levantou-se rápido. Seria ótimo sair com a amiga, desde que a vida amorosa dos dois deixou de dar tão certo eles acabaram ficando bem mais próximos. Talvez porque compartilhassem da mesma dor e sofrimento.
Teve a mesma rotina matinal de sempre - Tomou banho, tirou seu gato do quarto da Larissa, xingou ela e depois desceu. Seu pai estava fazendo o café naquela manhã porque a empregada Bia Figuretti estava internada depois de ter levado um soco na barriga, então, por um tempo, ele teria que se virar. Não trocou muitas palavras com Dane, limitando-se a murmurar um “oi”, antes de pegar um copo de suco e se afastar para a sala, onde atualizou suas redes sociais pelo celular. Tudo parecia meio parado, meio morto.
Ficou mofando na sala até que desse um horário bom para ir pra escola, nem se importando em esperar Larissa, já que ainda não havia a perdoado completamente pela fantasia do Halloween há alguns meses. Sim, Oliver guarda muito ressentimento.
Saiu com seu carro e o estacionou bem longe da escola, antes que algum engraçadinho fosse até lá e marcasse sua lataria mais uma vez. Pôs sua mochila nas costas e correu até o colégio, tomando cuidado para não escorregar no gelo do chão. Assim que pôs seus pés no corredor pôde ver Erick passando vergonha mais uma vez, o que fez com que o loiro risse antes de ir até os fundos, onde Courtney estaria, com certeza. Ao ver a loira solitária num canto, tirou sua mochila rapidamente e a abriu, retirando dois ingressos de lá dentro. Então, correu até a menor — AMIGAAAAAAAAAAAAAAAA — Berrou, saltitante, pondo seu braço em volta dos ombros de Courtney — Esses dias eu estive na minha casa pensando que durante esses meses que eu estive namorando, nós dois nos afastamos bastante, e eu não quero isso porque você é minha melhor amiga. Então, pra celebrar nossa amizade, eu tenho uma surpresa. Olhaaa — Cantarolou, mostrando os ingressos para a garota — Depois de economizar muito e conseguir um dinheirinho de Natal da minha avó, euzinho consegui comprar dois ingressos para.. — Parou de falar um minuto para fazer mistério, então continuou — Pasme, o show da Lorde! — Exclamou, animadíssimo — Eu queria na verdade ter comprado para o da Lana no fim do mês que vem, mas eu não tinha dinheiro o suficiente, então vai servir. Seremos só nós dois e a Lorde. É na pior área, no meio do povão e provavelmente vamos ter que subir num banquinho pra enxergar, mas pelo menos vamos escutar bem e poder chorar juntos. E depois a gente vai beber. Que tal? — Sorriu, finalizando.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://overlandparkhs.forumeiros.com
starkrules

avatar

Mensagens : 31
Data de inscrição : 18/09/2016
Idade : 19

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Qua Set 28, 2016 8:57 pm


courtney m. francis ✖ dezessete ✖  natação&rejeitada  

Courtney despertara querendo a morte súbita e indolor. Sair de sua cama sempre se mostrava uma tarefa impossível de ser cumprida, ainda mais em dias letivos onde ela tinha que ir para um lugar onde não se sentia muito confortável: o colégio de Overland Park.
Ignorou as primeiras cinco vezes que seu despertador tocou, porém na sexta acabou por errar a mão para tentar desligar, se desequilibrou e acabou caindo da cama. Não era novidade para a loira seus dias serem sempre uma grande merda, mas aquele em especial já havia começado da pior maneira possível.
Como sempre antes de pegar o metrô (já que seu carro estava todo fodido em uma oficina mecânica), Court desce até sua cozinha esperando encontrar o café pronto na mesa. O que nunca acontece. Procura algo na geladeira e se contenta com um copo de leite e uma maçã, visto que não estava com tanta fome.
Pegou sua mochila que estava jogada em um dos sofás da sala, foi quando notou um bilhete colado na porta do hall de sua cara. Era de sua mãe, onde a mesma avisava que ela e o pai de Courtney (que estavam separados, ou não?) iriam sair de férias em um cruzeiro e que ficariam um mês todo fora. Se não fosse pela sensação de sempre estar sozinha, a loira até esboçaria um sorriso por ter a casa só pra ela.
Andou rapidamente e conseguiu pegar o metrô. No caminho pensava no quanto sua vida havia mudado comparada com agora. Ela havia conhecido pessoas detestáveis, reencontrado pessoas maravilhosas e até mesmo arrumado um namorado: Gerard, o antigo amiguinho de infância. Até ai tudo parecia O.K. Mas repentinamente, como um “soco de realidade” a loira sentiu o peso e as consequências de todas as suas ações, e sua vida não estava tão boa quanto achava que estava.
Primeiramente ela tinha que admitir um simples fato: Gerard e ela não estavam mais namorando, o que foi uma decisão tomada pela mesma, deixando o garoto muito triste. Ela ainda não se lembra direito sobre qual seria o motivo da separação. Como a boa alma gentil que Gerard era, aos poucos foi perdoando e logo voltaram a ser amigos, entretanto não tão unidos como eram antes.
No colégio foi depressa até seu canto preferido: os fundos. Lá se sentou em alguns degraus com a cabeça entre os joelhos, numa mistura de sono e tristeza. Fo quando sentiu algo tocar suas costas, e era Oliver, seu amigo que geralmente era outro melancólico mas hoje ele estava com uma expressão bem feliz.
Courtney não pode conter o brilho de seus olhos ao ver os dois ingressos para o show da Lorde (uma de suas musas inspiradoras) nas mãos do amigo, embora a mesma confessava que ao ouvir a palavra “namorando” sentiu um nó no estomago e uma vontade extenuante de vomitar.
Oliver parecia ansioso aguardando uma possível reação da amiga. Porém, logo o brilho do interesse nos olhos da loira foi seguido por uma outra expressão: um pequeno e debochado sorriso, no qual após este ela diz:
- Eu fico muito feliz ao saber que pensou em mim como uma das pessoas pra te acompanhar no show, sem falar que a Lorde é uma das minhas cantoras favoritas, Mas -ela pega nas mãos do amigo: - Acho que você merece levar uma pessoa mais decente pra esse evento, não devia gastar seu dinheiro e tempo com uma mera fracassada que todo dia cai da cama.


Última edição por starkrules em Qua Set 28, 2016 9:43 pm, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
sweetchemical
Admin
avatar

Mensagens : 42
Data de inscrição : 18/09/2016
Idade : 18

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Qua Set 28, 2016 9:30 pm



oliver w. marshall  ✖ dezoito ✖ natação&rejeitado ✖ roupas

Oliver mudou sua expressão de feliz para incrédulo assim que a loira disse que ele deveria levar outra pessoa como acompanhante no show, eu mais uma de suas crises de baixa autoestima. — Courtney, vai tomar no cu — Disse, com sua delicadeza de sempre. — Meu amor, se eu disse que quero te levar porque você é minha melhor amiga, é você que eu vou levar. Além disso, eu não converso com mais ninguém nessa escola, quem você quer que eu leve? Minha prima? — Pôs as mãos na cintura, como se fosse óbvio, suspirando em seguida. Voltou a se sentar, visto que na animação do momento tinha se levantado, e abraçou a amiga — Court, eu sei que você tá mal e também sei o motivo. Eu também estou, nada tá dando certo pra mim ultimamente mas… Poxa, nós temos que nos divertir. Vamos sair, conhecer mais pessoas como nós. Vai ser divertido e vai fazer bem, pra nós dois. Quanto tempo já faz que não saímos juntos? Nem mesmo pra assistir Gossip Girl? Eu quero que as coisas voltem a ser como eram antes. Vamos ter a noite das garotas. Só que sem mais garotas, só eu e você. Acho que você entendeu — Deu de ombros. Não era nenhuma novidade que nenhum dos dois estavam bem nessas últimas semanas. Sejam pelos problemas em seus relacionamentos, amorosos ou familiares, ou ainda pelos seus conflitos internos, ambos estavam desgastados. Oliver podia parecer bem por fora, mas só ele sabia das coisas ruins que estivera passando, seja pelos maus tratos do pai, o recente aparecimento da mãe que nunca se importou muito com ele ou ainda pelo transtorno borderline. Esse show faria bem, não só para ele mas também para Courtney.  — Vou te perguntar de novo, ok? Você vai comigo no show ou eu vou ser obrigado a te levar amarrada? — Brincou — Pense bem. Não é todo dia que alguém te dá a oportunidade de ver um show da Lorde ao vivo, sem ser na televisão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://overlandparkhs.forumeiros.com
telephanie

avatar

Mensagens : 20
Data de inscrição : 18/09/2016
Localização : now if i keep my eyes closed, he looks just like you

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Qua Set 28, 2016 9:46 pm


laurel ishikawa ★ dezesseis ★ fotografia&normal

Laurel estava mais animada do que o normal quando acordou e foi checar os blogs (maioria de animes e j-rock) que seguia, mas sua animação acabou quando leu uma votação relacionada a rainha do baile feita por uma desconhecida. É claro que, Laurel tinha feito vários fakes no g-mail apenas para votar em Trisha, já que Trisha era a sua amiga e elas se davam super bem, tanto que se entendiam muito, tinham muitas coisas em comum. Laurel logo logou em sua conta, chamada "SHYSHYSHY NARUTOLOVER S2 HINATA =^.^=" e comentou abaixo da postagem o seguinte: "KONNICHIWAAAAAAAAAAAA, gostaria de dizer que essa votação está distorcendo a realidade, pois todas sabemos que Lydia, Trisha e Espírito-Dakota são muito amadas por nós as otakus, o que é toda a escola!!!! Deixe de ser uma hater e vá ler MANGÁ!!!!!!!!
kisses beijos INFO-CHAN FUFUFU~~ *O*
" e depois foi ler sua caixa de e-mails, para a sua surpresa, sua encomenda da roupa do pikachu super kawaii-desu tinha chegado, e deu um grito fino digno de nico nico ni. Correu para a porta de sua casa abrindo a caixa de correio e pegando a caixa, correu novamente para dentro e segundos depois apareceu no corredor parecendo uma banana KAWAII.
Foi para escola vestida de pikachu mesmo, para fazer inveja nos seus amigos otakus amantes de pokémon, quando passou perto da sua BFFF Trisha, não hesitou em cumprimenta-la. — Ohayo Trisha-chan!!!!! Estou indo pegar o meu, como se diz...? Livro de biologia e depois vou ao refeitório comer, como se diz...? Sushi! Até mais! — E pegou seu livro, fechou seu armário e foi para a sala.


Última edição por telephanie em Dom Out 23, 2016 3:26 pm, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
rupaula

avatar

Mensagens : 5
Data de inscrição : 18/09/2016

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Qua Set 28, 2016 10:33 pm

Figurante - ?? anos - Tapete&Rejeitada


Figurante havia acabado de acordar com um simpático soco na barriga provocado pelo o seu pai, porém sequer se importava já que o ato havia se tornado rotineiro, antes de abrir seus olhos, falou a seguinte frase – Ai, levei um soco na barriga... – em seguida levantou da caçamba de lixo que também era conhecida como Cafofo das Miraculous , e atualmente aquele local só tinha a presença da figura desconhecida e do zelador de Overland Park, Dallas, que era vítima dos bullies do colégio, que se divertiam atirando uma flecha em seu ânus. Quase todos os membros das Miraculous haviam conseguido cargos que nivelavam á elas mesmas, tais como empregadas. Apenas figurante estava indisposta para tal, devido dores abdominais e por ser uma completa flopada desconhecida.

Viu um grupo de crianças lhe encarando e rindo de sua situação. A figurante não iria deixar isso barato. 





    ♥ ( ̄(エ) ̄); ヽ(o`皿′o)ノ SE FOR PRA FALAR DE MIM, APROVEITA E FAZ UMA MASSAGEM NAS MINHAS COSTAS (・∀・ )     
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
starkrules

avatar

Mensagens : 31
Data de inscrição : 18/09/2016
Idade : 19

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Sex Set 30, 2016 2:32 pm


lydia welch ✖ dezessete ✖  cheerleader&popular

Não demorou muito para que Lydia começasse a ouvir uma voz familiar, era alta e imponente, só poderia ser a voz de sua amiga e também cheerleader Trisha. A morena sempre chegava com aquela empolgação que sempre deixava Lydia com um pouco de raiva pela amiga ser tão ativa assim.
Disse um “olá” para a morena, que ao mesmo tempo disparava informações como um foguete. Talvez essa fosse a qualidade em Trisha que fez com que a mesma fosse escolhida para ser uma popular: sua capacidade de armazenar informações em nível expert. Ter Trisha por perto não era só divertido como também instrutivo, era andar com uma versão ambulante e com mais estilo do jornal da escola.
A maioria das fofocas que a morena fazia naquele dia porém não eram lá muito interessantes, a loira até bocejou entre uma ou outra. Porém sua expressão logo mudou quando ouviu um nome proferido pela boca da amiga e que quase fez a loira gritar de ódio: Lacey “alguma coisa”. A menina era o exemplo mais puro e bruto do que Lydia tinha para uma pessoa traidora e nojenta. Essa tal de Lacey era uma das cheerleaders até se rebelar e entrar para um outro grupo social, onde agora ela despeja diversas informações erradas sobre as cheers, além de tentar denegrir a imagem das mesmas pelo colégio.
O que Trisha contava sobre essa notícia deixava Lydia cada vez com mais raiva. Porém ainda não era o bastante para fazer com que ela matasse alguém. Mas o pior ainda estava por vir, isso se manifestou quando a morena disse a seguinte frase: “Até o seu primo tá na nossa frente!”. Aquele havia sido o ápice para a jovem, nada poderia ser mais humilhante e destruidor do que um afrontamento daqueles. Lacey “alguma coisa” estava pedindo para ser morta.
Lydia deu um grito tão forte que a maioria do colégio pode ouvi-lo, quando, com muita raiva disse:
- QUEM ESSA VAGABUNDA TRAIDORA ACHA QUE É PARA ESCREVER UMA NOTÍCIA DESSAS? PORQUE ELA NÃO ESCREVE SOBRE QUANTOS GAROTOS ELA JÁ TRANSOU DE UMA SÓ VEZ? ESSA LACEY ESTÁ PE-DIN-DO PARA SER EXPOSTA. COMO SE NÃO BASTASSE ESSA SAFADA MENCIONOU O MEU PRIMO PERDEDOR NA TENTATIVA DE ME REBAIXAR. AH, MAS ELA QUE ME ESPERE -disse limpando a garganta, agora um pouco mais calma: - Lacey “slut” alguma coisa vai se arrepender de ter me conhecido. Guarde as minhas palavras.
Como se não bastasse toda aquela raiva causada pela afronta de Lacey, Lydia mal imaginava que havia uma coisa pior por vir. Enquanto a loira ainda xingava e gritava para Trisha dizendo diversos métodos que ela usaria para arrancar a cabeça de uma garota, ela começou a ouvir uma certa melodia mal tocada, seguindo depois uma voz desafinada que cantava uma música deplorável em estilo “country”. Quando se virou para ver quem era o pobre coitado que estava passando essa vergonha o corpo da loira endureceu: era ninguém menos do que seu namorado retardado Erick Harrison, o capitão do time e membro honorário dos retardados de Overland Park. O mesmo estava vestido com um chapéu de cowboy e estava tocando um violão cor de rosa, e ao fim daquela serenata vergonhosa o moreno a abraçou e entregou o “presente”, perguntando depois a opinião da loira sobre esse “gesto de amor”.
A cara de surpresa da loira foi substituída por uma outra expressão, a mesma que estava fazendo minutos atrás, a de ódio e repugnância. Com aquele violão medíocre em mãos ela disse:
- É essa a sua ideia de presente? Jura?...Essa mesmo? E ainda vem com essa aberração até o colégio e faz uma serenata com ele me chamando pra transar? Sério... QUE TIPO DE MERDA VOCÊ TEM NESSA SUA CABEÇA? VOCÊ PERCEBE O TIPO DE VERGONHA QUE ESTÁ ME FAZENDO PASSAR? TEM NOÇÃO DO QUÃO IDIOTA VOCÊ FOI E DO QUÃO BRAVA EU ESTOU? SABE O QUE EU DEVIA FAZER? ENFIAR ESSA DROGA DE VIOLÃO NO SEU CU, PRA QUE NA PRÓXIMA VEZ VOCÊ ME TRAGA ALGO MELHOR. –ela se acalma novamente: - Espero que essa sua musiquinha pornográfica te satisfaça mais tarde, porque eu vou estar ocupada queimando esse violão dos fundos do colégio. Vamos Trisha, deixe esse idiota ai pensando no que ele fez e vai achar um isqueiro. LOGO. –pegou a amiga e foram andando pelo corredor.


harry summers ✖ dezoito ✖  futebol&popular  

Harry se arrumou cedo para chegar ao colégio. Pegou sua moto que há muito tempo estava parada por motivos de que ele esteve viajando para resolver umas coisas para o pai, mas agora estava de volta e precisava urgentemente chegar até lá.
Correu mais do que o permitido mas a causa era justa: hoje era o dia em que o treinador do time oficial de Overland Park iria revelar quais seriam os jogadores que iriam representar o time nas regionais, o que além de garantir um grande prêmio para os vencedores, também era um evento cheio de donos de times de grande marca a procura de novos talentos que provinham dos colégios. Resumindo: aquela era a grande chance de Harry conseguir o que realmente queria desde que pisou os pés naquela cidade e naquele colégio. Aquela poderia ser sua grande chance, e não queria estar atrasado para ver a lista quando ela fosse liberada.
Ficou esperando encostado em um dos armários até que os outros jogadores de juntassem a ele e começassem a conversar sobre a convocação. Stephen Jetrizssen dizia ao resto do grupo que não tinha dúvida de que ele seria escolhido para jogar, pois sua forma de jogar era excelente. Harry não conteve algumas risadinhas enquanto ouvia o outro jogador falar, visto que esse mesmo Stephen não jogava em nenhuma posição e era apenas do banco de reservas.
Logo o moreno avistou Trisha, sua namorada, que havia chegado e lhe desejado um boa dia e uma boa sorte para com o resultado, e se retirou rapidamente para encontrar com sua amiga Lydia. Mas antes ela disse alguma coisa sobre cinema e noite, que ele logo acena para a morena indicando consentimento. Seria legal ir ao cinema com ela para comemorar sua vitória. Logo começou a dar falta de um jogador do time que não se encontrava no meio deles: Erick Harrison, capitão do time. Por onde ele andaria faltando exatos 10 minutos para a lista ser apresentada?


Última edição por starkrules em Sex Set 30, 2016 3:33 pm, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
sweetchemical
Admin
avatar

Mensagens : 42
Data de inscrição : 18/09/2016
Idade : 18

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Sex Set 30, 2016 3:17 pm



trisha kendrick ♡ dezessete ♡ cheerleader&popular ♡ roupas

Bastou Trisha terminar de dizer aquela informação para Lydia começar a surtar, chamando a atenção das diversas pessoas ali perto, fazendo algumas até se afastarem com medo. A loira estava descontrolada, mas Trisha já tinha se acostumado com tais ataques e também entendia o motivo deles. Estar na última colocação de rainhas do baile era muito sério. — Está na cara que alguma arrombada invejosa está criando fakes para votar em outras pessoas e fazer que a gente perca. É tudo cotada já. — Contou, checando em seu celular mais uma vez a lista. Era o fundo do poço estar em último, aquilo definitivamente tinha o dedo de algum grupo inimigo das cheerleaders.
E para completar a sua raiva, logo apareceu do seu lado ninguém menos que a falsa japonesa Laurel Ishikawa. Aquela garota a irritava, todo mundo sabia que ela não tinha nascido no japão coisa nenhuma, e sim na Chinatown. Ela acha que engana Trisha, mas a Kendrick era muito inteligente para cair na conversa de uma falsa asiática. — POR QUE VOCÊ DIZ “COMO SE DIZ” ANTES DE DIZER PALAVRAS QUE ESTÁ NA CARA QUE VOCÊ SABE EXATAMENTE COMO SE FALA? ISSO É SÉRIO? SUSHI É A PORRA DE UMA PALAVRA JAPONESA, É ÓBVIO QUE VOCÊ SABE COMO SE FALA, SUA DESGRAÇADA — Surtou com a menina, enquanto a mesma já se afastava.
E, como se não bastasse toda a desgraça que já estava acontecendo, ao longe um infeliz apareceu fazendo uma serenata country desafinada - E não, não era qualquer infeliz. Era Erick Harrison, namorado de sua melhor amiga, excedendo todo o limite de vergonha que poderia passar. A garota levou uma de suas mãos até a cara, escondendo-a descrente, enquanto o rapaz chegava cada vez mais perto cantando uma música que mais parecia um convite para sexo. Silenciosamente, Trisha contou os segundos até o ataque de Lydia vir. Três, dois, um.. E pronto. A loira começou a despejar verdades sobre a música horrorosa de Erick e o presente fajuto, que era um violão rosa e cafona. A morena preferiu não falar nada, apenas assentindo e seguindo a Welch quando esta ordenou que ambas saíssem à procura de um isqueiro. Quem sabe mais tarde poderiam aproveitar a fogueira que iria se formar e jogar Lacey nela.



jamie ann zales ♡ dezessete ♡ fotografia&hipster ♡ roupas

— Obrigada, Lacey. Foi muito adorável de sua parte fazer essa pesquisa, só comprovou mais o quanto o reinado das vagabundas populares está acabando. Agora você pode ir, mais tarde me encontre na cafeteria para podermos conversar sobre veganismo e ouvir algumas bandas que ninguém conhece — A morena falou para a garota, antes de sorrir satisfeita e se afastar. Estava tudo tão perfeito que só queria comemorar. Retornar para OPHS foi uma das melhores escolhas que já teve. Desde que começou a espalhar a palavra hipster para os oprimidos do colégio, os populares começaram a perder a força e isso era muito, muito bom. Queria ver eles, principalmente as cheerleaders, chorando em seus pés. Tudo isso era sede de vingança pelo que lhe fizeram um dia.
Entrou no corredor justamente na hora que Lydia, a abelha rainha das líderes de torcida, passava uma extrema vergonha graças ao seu namorado idiota que lhe fazia uma serenata cafona. Jamie presenciou tudo aquilo rindo, só parando quando a loira e Trisha se afastaram. Agora era a hora perfeita para fazer uma aparição. Esperou que elas estivessem longe de todos o suficiente para abrir sua boca. — Lydia, Trisha… Quanto tempo — Disse, esperando que elas se virassem — Surpresa, vadias. Pelo visto as coisas não estão tão boas para vocês, não é mesmo? As pesquisas me disseram isso — Riu, ironicamente — Aparentemente que as populares não são mais tão populares assim..



erick harrison  ✖ dezoito ✖ capitão do time de futebol&popular ✖ roupas

A reação de Lydia com a serenata e o presente não foi tão boa quanto ele esperava. Após tantas ameaças e o surto da garota, Erick havia aprendido a lição: Nunca mais faria serenatas. Nem daria violões rosa. — Mas amor… — E calou-se novamente, antes que a loira cumprisse o que havia dito e realmente enfiasse o instrumento musical na sua bunda. Observou a menina se afastar com a amiga, deixando-o com cara de pamonha no meio daquelas pessoas que davam risadinhas da situação — Você, nerd idiota — Apontou para Matthew O’Connel, um ruivo sardento com um óculos de armação grossa, que fazia parte do clube de matemática — Pare de rir ou eu vou partir sua cara em duas — Ameaçou, provocando uma feição de medo no mais novo, que se afastou. Bufou, jogando seu chapéu de cowboy em qualquer lugar e indo para perto dos seus amigos jogadores, que provavelmente estavam ansiosos para o treino de hoje, que determinaria quem iria para as regionais. Erick provavelmente já tinha sua vaga reservada, era o melhor do time - E foi isso que deu a ele o título de capitão. Nada mais justo.
— Mulheres são difíceis de agradar — Resmungou para os colegas, encostando-se num dos armários, com uma visível cara de descontentamento. — Espero que até o dia do baile ela tenha me perdoado, se bem que acho que vai ser difícil… — Suspirou, indignado com a própria burrice. Onde estava com a cabeça em fazer aquilo?



anthony carlson  ✖ dezoito ✖ time de futebol&popular ✖ roupas

Anthony aguardava silenciosamente perto dos seus colegas de time. Estava ansioso, não podia mentir. Hoje era o grande dia que saberia se está dentro das regionais ou não - E isso era muito importante para si, já que sempre foi um grande desejo seu estar dentro dos torneios. Mas, apesar da ansiedade, estava confiante. Sempre se destacou no esporte, estando entre os três melhores do time. Não seria difícil ser escalado para o time que jogaria no começo do ano que vem contra outro time do Kansas.
Observou de longe a vergonha que seu amigo Erick Harrison passou, fazendo uma “serenata” nada romântica para a namorada Lydia. Até ele que estava longe sentiu vergonha pelo moreno. — Meu Deus — Murmurou, observando o ataque que ele sofreu em seguida pela namorada. Não era pra menos, ele não faria diferente se fosse Lydia.
Após o showzinho, o rapaz se aproximou dos garotos que estavam ali, provocando risos em Tony — Não me leve a mal, mas você exagerou dessa vez, Erick. Devia ter pensado em algo mais romântico e menos vergonhoso. — Aconselhou. Ouviu o outro comentar sobre o baile e suspirou ao recordar-se que não tinha arrumado ninguém para acompanhar ainda. Pelo visto iria sozinho mesmo. Não por falta de opção, mas sim por simplesmente não encontrar uma garota que lhe agradasse para levar. Nenhuma parecia ser do seu interesse. — Pelo menos você já tem um par garantido, de qualquer jeito..
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://overlandparkhs.forumeiros.com
starkrules

avatar

Mensagens : 31
Data de inscrição : 18/09/2016
Idade : 19

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Sab Out 01, 2016 6:32 pm


courtney m. francis ✖ dezessete ✖  natação&rejeitada  

Courtney não conteve o riso com as expressões que Oliver fazia enquanto falava sobre não ter quem levar no show e que a segunda pessoa que ele mais falava na escola além dela era a prima Lydia (que não era lá um bom exemplo de pessoa).
O loiro se levantou e perguntou mais uma vez se ela queria ir com ele ao show. Mas não foi uma simples pergunta, havia na voz dele um tom de ameaça. Courtney até ficou com um pouco de medo quando ouviu ele dizer que teria que leva-la amarrada se fosse necessário.
- Ai, ok. Eu vou, mas só porque eu concordo que não tivemos mais nenhum programa das garotas. Mas você foi bem baixo em usar a coisa que eu mais gosto no mundo, minha série favorita para tentar me convencer, sua vadiazinha sem coração – disse ela, se levantando também: - I LOOOOOOOOVEEEE GOSSIP GIRL SO MUUUUUUUCH – gritou.
Courtney não havia parado para pensar em quanto tempo já fazia em que ela não assistia a Gossip Girl. Como uma coisa que era sua vida havia sido esquecida desse jeito. Como ela se deixou moldar sua personalidade dessa maneira por garotos? Já não se reconhecia como era há um ano atrás e estava disposta a voltar a ser como era.
- Então nós vamos. Mas só pra deixar bem claro: eu não vou servir de cavalinho pra você ver o show porque, cá entre nós, você ainda está bem acima do seu peso - disse enquanto abraçava o maior e apertava os “pneuzinhos” do mesmo, rindo cada vez mais alto.


lydia welch ✖ dezessete ✖  cheerleader&popular

- É claro que já estão cotadas, Trisha. Essa Lacey é uma vagabunda traidora, mas eu sei que não é ela que está por trás de tudo isso. É necessário ter um pouco de cérebro pra poder armar uma coisa dessas, isso só pode ser coisa da...
Falando no diabo, antes mesmo da loira pronunciar um nome a própria encarnação de tudo que é podre no planeta se manifestou na forma de uma garota que se intrometeu no meio da conversa. E era essa mesma garota que Lydia sabia que era quem estava por trás daquelas informações: Jamie Ann Zales. A pior piranha que existia em Overland Park. Sempre quis tomar o lugar da loira como head-cheerleader, mas nunca conseguia o apoio das outras meninas para provocar um motim contra a rainha. Depois de desistir e sair das cheers, Jamie virou uma espécie de zumbi do café forte, foi “hipsterizada”. Ouviu a morena dizer alguma coisa sobre pesquisas de popularidade e logo respondeu:
- Olha só quem está de volta... Ah espera! Quem é você mesmo? Deve ser algum projeto de feto mal amado andando pelos corredores. Como vai a dieta vegana, Jamie? Estou vendo que você está cada vez mais parecida com uma vaca de abate, posso até te levar para a Índia algum dia desses, se quiser – se aproximou da garota, a ponto de sussurrar algo em seu ouvido: - Cuidado com o que anda espalhando. Não vai querer que as pessoas descubram algumas coisas sobre você, ou melhor...da sua família. A propósito, como vai seu pai, o senador Zales?...roubando bastante dinheiro, imagino.
Voltou para perto de Trisha. Foi quando o sinal tocou. Pegou a mão da amiga e foram para a sala, mas antes ela diz algo para Jamie:
- Ei Zales, sabia que hoje na aula de história no 3º período nós vamos aprender sobre a corrupção na política, interessante não acha?


harry summers ✖ dezoito ✖  futebol&popular  

Após ver aquela vergonha que o capitão do time estava passando por tentar fazer alguma coisa romântica para a namorada, Harry se aproximou de Erick, que já estava perto dos outros jogadores e disse:
- Cara...não se faz uma coisa dessas para uma garota, ainda mais uma com personalidade tão explosiva como Lydia. Ficar com a rainha da escola tem dessas coisas, brother! Não pode se prestar a esse papel. Mas não fique triste, acho que até o baile ela te perdoa, espero. Ei, falando nisso acabei de me lembrar de uma coisa, Trisha e eu vamos ao cinema assistir algum filme de terror (que é o favorito da morena) e estávamos pensando em chamar você e a Lydia para...sabe, comemorar caso nós formos escolhidos e tal.
Deixou Erick ali pensando na possibilidade que aquele programa oferecia dele se desculpar com a namorada. Enquanto isso Harry se aproximou de um outro jogador, que também era uma grande escolha para as nacionais, Anthony Carlson. O menino loiro estava falando com Erick também sobre a burrada que ele tinha feito, e também o ouviu falar que eram sortudos por já ter um par para a formatura. O que era estranho da parte de Tony, já que ele estava sempre com uma garota, porém nunca namorava sério. Ouvir o loiro dizer isso fez brotar uma ideia interessante para Harry, que logo disse ao outro garoto:
- Sabe Tony...você me deu algo para pensar sobre você não ter par nenhum para o baile e por essa sua natureza cafajeste. Eu tenho um desafio, será que você vai aceitar? Ou vai ser só mais um covarde igual a grande maioria deste time? – observou o olhar do interesse do outro e prosseguiu: - Que tal se você iludisse uma dessas garotas ingênuas e “losers” desse colégio? Tipo, levasse ela ao baile e essas coisas. Se você conseguir fazer essa menina se apaixonar por você, nós, eu, Erick e os caras, vamos te dar qualquer coisa que você quiser.
Olhou ao redor até encontrar uma menina pequena loira acompanhada por um menino também conhecido e logo disse:
- Que tal essa Courtney, ela é perdedora mas é bonitinha. Sem falar que poderemos zoar o amigo Oliver dela também e a Lydia vai nos recompensar. O que acha?


loreen welch ✖ trinta e quatro ✖  rica&linda  

Era um lindo dia e Loreen acordava com o som forte que as turbinas de seu jatinho particular faziam. A aeromoça do mesmo lhe dava bom dia, oferecendo um copo com café “Chisores”, seu preferido. Foi quando Loreen pediu para a mesma lhe dizer em que lugar eles estavam e sua resposta foi que logo estariam chegando no heliporto de Lisboa, seu destino.
A loira estava muito feliz por ter sido convidada para aquele evento importantíssimo, afinal de contas, não era todo dia que a grande Miranda Lionheart, rainha da moda e também mãe do namorado de sua filha a convidava para presenciar e OPINAR em seu desfile particular.
Esses eventos super elitistas e famosos sempre fizeram parte da rotina de Loreen, juntamente com sua mãe e irmã, as três sempre eram vistas juntas há alguns anos atrás nessas festas. Mas isso foi antes de Lauren desaparecer.
De qualquer modo, era uma grande honra para a loira estar com a mãe de Erick, que além de iconoclasta editora de uma revista de moda, era também uma estilista extraordinária. Saber que sua filha amada estava namorando com o filho desta musa e que eles poderiam se casar era o sonho da mesma, embora achava Erick um menino um pouco retardado para estar com Lydia, porém isso não vinha ao caso.
O avião começou a descer lentamente, e após uns minutos Loreen desceu e foi até uma limousine que já estava a sua espera. Jogou algumas notas de dinheiro ao chão e disse para a aeromoça pegá-las que eram a sua gorjeta e entrou no carro.
- Não tenho paciência para lidar com quem está começando. Acho que agora que estou em terra vou avisar minha filhinha sobre a minha localização.
Antes de ligar para a filha, percebeu que tinha uma mensagem de Miranda, onde a mesma dizia que ainda se encontrava nos U.S.A, mas que logo estaria ai em seu jatinho. “Espero mesmo que você esteja aqui, não voei por 4 horas pra não ver o seu desfile, velha vagabunda!”, pensou.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
sweetchemical
Admin
avatar

Mensagens : 42
Data de inscrição : 18/09/2016
Idade : 18

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Sab Out 01, 2016 10:37 pm



anthony carlson ✖ dezoito ✖ time de futebol&popular ✖ roupas

O rapaz distraiu-se na conversa dos amigos, só retomando sua atenção quando Harry dirigiu a palavra para si, falando algo sobre um desafio. De início ele não viu problema, até porque imaginou que seria nada demais - Tipo zoar algum nerd ou outra coisa. Ele definitivamente não imaginou que teria que brincar com os sentimentos de uma garota.
Já observara Courtney algumas vezes pelos corredores. Era adorável, mas também parecia distante e frágil a maioria das vezes. Nunca trocou uma palavra com ela, conhecia apenas o amigo dela por causa de alguns acontecimentos do passado que ele passou com o time, mas nada muito relevante.
Suspirou, indeciso, olhando para a loira no corredor. Não era de fazer aquele tipo de coisa, sua mãe havia lhe ensinado a não fazer isso, mas tinha medo. Antes de entrar no time de futebol era um mero desconhecido. A popularidade lhe trouxe muitos benefícios, e não podia perdê-los. Sabia que se não topasse, iria ser taxado de coisas ruins e até perderia seus amigos. Mas, quebrar o coração de uma garota valia a pena?
— Vai ser fácil — Respondeu, forçando um sorriso. Péssima decisão, mas antes ver alguém que ele mal conhecia chateada do que perder tudo que tinha. — Espero que eu ganhe muitas coisas com isso — Comentou, antes de se afastar deles. Já tinha que colocar o plano em prática, não?
Começou a caminhar na direção oposta que Courtney e o rapaz vinham, fazendo com que trombasse com a loira no corredor e, com isso, derrubasse todos seus livros. — Uh, me desculpe, Courtney — Pediu, tentando convencer o máximo possível, recolhendo os livros do chão e entregando-os em seguida, fazendo contato visual direto e sorrindo — Não foi minha intenção. Espero que não tenha te machucado.




oliver w. marshall ✖ dezoito ✖ natação&rejeitado ✖ roupas

Oliver sorriu satisfeito com a resposta de Courtney. Ela enfim tinha aceitado ir com ele para o show da Lorde, e ele não podia estar mais contente. Não teria graça se fosse para lá sozinho. — YAY!!!!! — Comemorou, por pouco não se jogando em cima da garota - Só não fez isso porque não queria esmagá-la com seu peso. Teve de rir quando ela disse o quanto amava Gossip Girl, Oliver sabia daquilo e por isso usou ao seu favor. Deu certo, no fim. — Você vai ver, Court, nós vamos nos divertir como nunca fizemos na vida, sabe por quê? Porque nós somos vadias livres e faremos o que quisermos. — Sorriu, tentando mostrar o quanto estava nem aí por estar solteiro - O que tecnicamente não era verdade. Quem ele estava querendo enganar? Era óbvio que ele continuava mal pelo fim do relacionamento. O loiro nunca reagiu muito bem a términos.
Foi cortado de seus pensamentos pela fala seguinte da garota, já avisando previamente que não iria ser cavalinho do loiro, o que seria um problema já que ele não era nada alto e seus lugares não eram privilegiados. Cerrou os olhos, fingindo estar ofendido pelo comentário da mais nova — Ah, sua quenga, então é assim? — Pôs as mãos na cintura, antes de ser abraçado e apertado pela mesma, revirando os olhos e rindo em seguida — Tá bom, chega, já entendi que eu preciso fazer alguns exercícios.
Os dois decidiram então seguir para a sala de aula, visto que faltava pouco para o sinal bater. Durante o trajeto, eles conversavam sobre assuntos aleatórios quando alguém esbarrou em Courtney. Assim que viu o casaco do time de OPHS, já pode reconhecer que era um dos jogadores de futebol babacas e até esperava o xingamento - Que, por incrível que pareça, não veio. Ele até pareceu gentil demais, o que soou estranho para Oliver, já que ele e a loira eram constantemente zoados por garotos do time, principalmente ele. Não falou nada de imediato, mas ficou observando o jeito que Anthony tratava Court, notando que ao longe o grupo de jogadores os observavam. Não querendo parecer paranóico, mas ele realmente não estava gostando daquilo. Algo estava errado. Gentileza não era o ponto forte dos jogadores de OPHS, não mesmo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://overlandparkhs.forumeiros.com
telephanie

avatar

Mensagens : 20
Data de inscrição : 18/09/2016
Localização : now if i keep my eyes closed, he looks just like you

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Sab Out 01, 2016 10:38 pm


ashton furtwängler • dezoito • música&popular

Ashton acordara com os gritos da irmã mais nova, Dakota. Não entendia o porquê de tudo aquilo, no entanto, resolveu não tentar entender. A irmã fazia escândalo por causa de tudo. Se remexeu em sua cama, tentando ignorar os xingamentos do quarto ao lado e voltar à sua paz, mas aquilo parecia difícil demais. Principalmente quando a empregada abriu a porta de seu quarto, andou por toda a extensão do mesmo e tocou o ombro de Ashton, simplesmente teve um ataque assim como Dakota, não gostava de ser tocado por estranhos. Aquela empregada era mesmo estranha. Levantou-se em um salto e correu até a porta, fazendo um sinal para que ela se retirasse de seu aposento. - Sai daqui! - Gritou, no entanto a única coisa que ela fez foi murmurar: - Minha raba tá doendo….. - Ashton olhou para a mulher incrédulo, e citou as palavras do mestre Rafarina. - Problema seu.

Depois da aparição no seu quarto ter se retirado, resolveu tomar um banho e desinfectar o seu corpo, já que a empregada tinha tocado em si, e foi uma experiência um tanto quanto horrível. Tendo tomado seu banho, vestiu roupas para um dia de neve e desceu para ter seu desjejum, abrindo a boca para falar com sua irmã, no entanto, esta o cortou e foi para a escola. Ashton decidiu fazer a mesma coisa, já que não queria ficar mais tempo no mesmo espaço que aquela empregada. Chegando à escola, foi para o seu armário, um pouco pertubado com o fato da irmã estar xingando alguns alunos e com a empregada safada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
starkrules

avatar

Mensagens : 31
Data de inscrição : 18/09/2016
Idade : 19

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Sab Out 01, 2016 10:48 pm


mistral sunshine ✖ dezessete ✖  esquisita&rejeitada  

Mistral já nem se lembrava das ruas largas e repletas de carros parados que existiam em Overland Park, mas também, já faziam dez anos que não voltava para aquela cidade. Pelos vidros do carro de sua avó, a loira olhava atenciosamente todas aquelas lojas, todas aquelas pessoas entrando e saindo como se fossem pequenas formiguinhas. Tirou seu caderno de desenho e, numa velocidade impressionante se pôs a desenhar aquela paisagem. O carro voltou a andar, porém ela continuava a desenhar, pois sua memória do lugar estava fresca em sua mente.
Enquanto desenhava, Mistral pensava no que teria acontecido com seus amigos. Não que ela se lembrasse de todos eles, em sua memória fraca só conseguia se lembrar de dois: Lydia e Oliver Welch. Os três eram melhores amigos quando tinham seis anos, há muito tempo atrás. A loira sabia por alguns que Lydia Welch havia se tornado algo parecido com uma rainha do colégio, e que todos a temiam. Já sobre o paradeiro de Oliver ela sabia bem pouco. Sabia que os dois já não conversavam mais, mesmo sendo parentes, pois tomaram rumos diferentes. Soubera também sobre Courtney (ainda não se sabe como) e sobre como essa garota havia se tornado amiga de Oli quando ela se fora. Era bom saber que o garoto tinha alguém com quem podia contar. Lydia também havia conseguido fazer algumas amizades verdadeiras, como Trisha (ou algo assim, ela não se lembrava). Mistral pensava se os dois ainda se lembravam dela, visto que nunca mais conversaram depois daquele dia em que ela se despediu. Tinha ido para a Alemanha por causa do tratamento médico que a loira precisava.
Os médicos na Alemanha a trataram por dez anos e conseguiram conter o avanço de sua doença, mas ainda era um longo caminho para a cura total. Porém Mistral não se importava com nada disso, sua vida não era mais importante do que ter notícias de seus amigos. Sua vida havia deixado de ser importante naquele triste dia quando ficou frente a frente com um atirador, onde o mesmo matara seu pai e sua mãe minutos antes da polícia alemã aparecer. Tentou desviar seus pensamentos de todas essas coisas, e se concentrou na neve branca que caia por trás do vidro do carro. Foi quando sua avó parou o carro e lhe disse que estava na frente do colégio de Overland Park. A avó de Mistral disse para a loira que não era necessário ir ao colégio se ela não quisesse (visto que Mistral era um prodígio e sempre tirava boas notas no seu colégio antigo). Mas a garota recusara e, com um beijo no rosto de despediu da senhora.
- Amélia, se for possível...queime esses papéis e exames médicos, não quero mais ver nada disso. Nunca mais. Obrigada.
A neve agora caía por entre o enorme casaco de peles que Mistral usava, e que lembrava vagamente um leão com a touca como juba. A garota estava morrendo mesmo, então nada a impedia de se vestir como uma criança, e ela pouco se fodia com o que qualquer pessoa naquele colégio poderia vir a dizer. Esperou o carro da avó se distanciar e pegou um cigarro do bolso e o acendeu.
Era um dia de neve, e Mistral Sunshine estava pronta para encarar todos aqueles “humanos normais” com a sua maravilhosa roupa de leão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
sweetchemical
Admin
avatar

Mensagens : 42
Data de inscrição : 18/09/2016
Idade : 18

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Seg Out 03, 2016 9:54 pm



trisha kendrick ♡ dezessete ♡ cheerleader&popular ♡ roupas

— Mas olha, quer saber de uma coisa? Mesmo se não ganharmos como rainhas do baile de inverno, eu não ligo. QUE FAÇAM BOM PROVEITO DESSA COROA USADA, A MINHA É ZEROOOOO — Disse alto o suficiente para que todos ali perto ouvissem. Doa a quem doer.
Trisha apenas concordava com a cabeça enquanto sua amiga falava. Sabia que aquilo definitivamente não tinha só o dedo de Lacey, mas também o do próprio satã reencarnado no corpo de uma garota, Jamie Ann Zales. E, coincidentemente, falando nela, como num passe de mágica a demônia brota atrás das duas, fazendo Trisha dar um berro assustada. — Jesus Cristo, de que plano de tormenta ela saiu? — Indagou, respirando fundo, tentando se recuperar do recente susto.
A morena semicerrou os olhos quando Jamie começou a falar abobrinhas a respeito das duas e de sua popularidade, tendo que contar até dez para não arrancar todos os cabelos dela de uma vez. Mal tinha voltado e já estava querendo sentar na janelinha? Calma lá, fofa. — Jamie, você não tá com muita moral pra falar assim com a gente não, sossega um pouco, linda — Arqueou uma de suas sobrancelhas, com ambas as mãos na cintura. Olhou então para Lydia, que já se encarregava de diminuir a hipster, fazendo isso com perfeição. Por isso que Trish adorava sua melhor amiga, ela sempre tinha as melhores tiradas. Ficou em silêncio até que a loira voltasse para perto de si, a puxando pela mão para a sala de aula. Antes, a morena soprou um beijo para Jamie, murmurando um tchauzinho e uma ameaça no estilo “te pego na saída” — Coitadinha, é retardada — Comentou, já longe do resto de aborto hipster. Mal via a hora de botar suas mãos naquela cara plastificada dela e acabar com aquele rosto. Se tinha algo que Trisha era boa, era com certeza brigar.  



jamie ann zales ♡ dezessete ♡ fotografia&hipster ♡ roupas

— Minha dieta vegana está excelente, Lydia, acho que você deveria começar também. Além de ajudar a perder uns quilinhos, já que você está precisando, também evita que você coma animais da sua própria espécie. Como consegue dormir sabendo que você se alimenta da carne de vacas? Elas são suas irmãs — Pôs a mão no peito, fingindo estar comovida — Mas então, me diga, como estão seus chifres? Cuidado, agora que seu namoradinho está nessa vibe caipira, ele pode querer pegar o seu pra fazer um berrante. — Riu, caçoando da loira. Se ela achava que tinha argumentos bons, Jamie tinha melhores ainda. — E você, Trisha? Ainda servindo de capacho pra essa aí? Que triste, hein?
Lydia achava que lhe atingia quando ofendia seu pai, mas na verdade a morena pouco se importava. — O que? Está tentando me atingir falando que meu pai rouba? E que político não faz isso, meu bem? Todo mundo já está careca de saber disso, é obvio. — Revirou os olhos. Estava prestes a abrir a boca para falar mais alguma coisa quando Lydia puxou a sua amiga, se afastando mas não antes sem lhe jogar uma afronta. Jamie cerrou os punhos, furiosa. Agora estava mais disposta do que nunca para acabar com essas cheerleaders de quinta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://overlandparkhs.forumeiros.com
starkrules

avatar

Mensagens : 31
Data de inscrição : 18/09/2016
Idade : 19

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Sex Out 07, 2016 2:20 pm


courtney m. francis ✖ dezessete ✖  natação&rejeitada  
Courtney falava sem parar para Oliver sobre o quão legal seria o show, afinal de contas aquele seria o primeiro show da Lorde que ambos iriam ver. Atravessavam o corredor repleto de outros estudantes, porém nem se importavam se iriam esbarrar em alguém, até porque (na opinião deles) nenhum outro estudante gostaria de esbarrar em um rejeitado, a menos que o mesmo também fosse rejeitado, daí não haveria problema.
Pois bem, estavam quase chegando ao outro lado do corredor, quando sem querer ela esbarra em alguma coisa e acaba derrubando todos os seus livros ao chão. A “coisa” na verdade era uma pessoa, um menino loiro que ela nunca tinha visto antes. Porém, a julgar pelo casaco do time de Overland o rapaz só poderia ser um dos jogadores. O loiro gentilmente se desculpou e ajudou a garota a pegar todos os seus livros a até a chamou pelo nome, o que foi deveras estranho.
- Ah...Não foi nada, eu é que peço desculpas, acho que não prestei atenção e acabei esbarrando em você sem querer – diz ela, passando uma mão no cabelo embaraçado: – Mas espera...como é que você sabe o meu nome se nunca nos falamos antes? Eu mal sei o seu.



lydia welch ✖ dezessete ✖  cheerleader&popular
Se tinha uma pessoa que Lydia odiava com toda a certeza nessa terra essa pessoa era Jamie. E ouvir a mesma insinuando que a loira era algum tipo de “vaca canibal” a deixou ainda mais furiosa. Mas foi quando ouviu o comentário sobre Erick que a mesma explodiu. Queria socar a cara de Jamie até que todos os dentes dela estivessem fora da boca, além de querer quebrar aquele óculos ridículo em forma de flor que a morena estava usando. “Você pode dizer qualquer coisa sobre mim que não vai ter efeito, mas se você faz isso usando o meu namorado retardado então você está pedindo guerra”, pensou. Mas o que ela poderia fazer, precisava pensar urgentemente em um plano para destruir a reputação daquele espécime de vagabunda que Jamie era. Olhou para a amiga Trisha, que parecia um pouco pensativa depois de ser chamada de “capacho” e disse:
- Ei, não fica assim. Essa garota vai ter o que merece e a nossa vingança logo vai chegar. E outra coisa, a única capacho entre as cheers é a Dakota e não você. Pelo menos por enquanto. Agora vamos que eu preciso pensar em uma retaliação à altura daquela vagabunda.


arizona cosgrove ✖ dezessete ✖ fotografia&rejeitada
Arizona entrou correndo pelos corredores. Precisava chegar até um dos laboratórios artísticos do colégio, afinal eram naqueles lugares onde se encontrava sua melhor amiga: a cola branca.
Desde criança, Ari mantinha uma cola branca sempre por perto não se sabe bem por que. Alguns colegas alegam que já viram a mesma se alimentando da substancia, chegando a chama-la de “comedora de cola”. Já outros diziam que a cola que ela trazia era na verdade um código para drogas, ou seja, para os demais estudantes de Overland Park Arizona Cosgrove era uma aberração esquisita ou uma super drogada. Talvez seja por isso que não tinha tantos amigos, apenas uns 3 ou 4 tão perdidos quanto ela.
Chegou até a porta do laboratório que ficava no térreo e encontrou o mesmo trancado. “AH DROGA, INFERNO...QUER SABER, NÃO QUERO MAIS NADA TAMBÉM”, pensou. Chutou a pesada porta de madeira e saiu correndo gritando novamente pelos corredores.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
sweetchemical
Admin
avatar

Mensagens : 42
Data de inscrição : 18/09/2016
Idade : 18

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Qui Out 20, 2016 10:10 am



oliver w. marshall  ✖ dezoito ✖ natação&rejeitado ✖ roupas

Oliver sentia a raiva crescendo dentro de si a cada palavra que Courtney e o jogadorzinho trocavam. A cada vez que olhava para o grupo dos garotos idiotas, podia ver eles, principalmente Erick e Harry rindo enquanto encaravam sua amiga e Anthony. Oliver conhecia aquele olhar. Sabia que aquelas risadas não eram por uma boa causa. Eles planejavam alguma coisa contra a sua melhor amiga, e definitivamente o garoto não deixaria que a machucassem. Courtney era como sua irmã mais nova. Podiam bater nele, o xingar, mas nunca deixaria que a magoassem. Sabia que ela já teve muitas decepções e já estava no seu limite. De modo algum perderia sua amiga por causa de um grupo de garotos.
— Com licença — Falou, se retirando de perto dos dois por um momento e caminhando em direção ao grupo de jogadores. Estava irritado, eles poderiam humilhá-lo o quanto quisessem, mas não iria deixar que o planinho deles acontecesse. — Escutem aqui — Começou, parando na frente de Harry e Erick — Eu já entendi todo o planinho de vocês, ok? Eu sei o que estão querendo fazer, estão usando o Anthony para conseguir alguma coisa da Courtney que eu já desconfio o que seja. Mas acho bom vocês não se animarem muito. Podem me bater, me fazer passar vergonha na frente da escola inteira, mas eu nunca vou deixar que vocês façam para a Courtney a mesma coisa que fizeram comigo. Eu posso ser um idiota, eu posso ter merecido o que aconteceu comigo naquela noite, mas a Courtney não merece passar por isso. Ela é só uma garota inocente. Se querem usar alguém de piada, se querem enganar alguém, façam isso comigo, e não com ela. Ela é boa demais pra qualquer um dessa escola. Se eu ver algum de vocês ou de seus amigos a atormentando, eu juro que faço a vida de vocês um inferno, e, acreditem em mim, eu consigo. Acho que às vezes vocês se esquecem de que eu também sou um Welch. Se a Lydia pode acabar com a vida de qualquer um, eu também posso, acredite. É meio que algo de família. — Olhou para outros dois figurantes do time de futebol que também estavam lá presenciando a cena — Por exemplo, acho que as namoradas de vocês dois não iriam ficar felizes de ler as mensagens que vocês já me mandaram — Sorriu, falso, antes de voltar a atenção para Harry e Erick — Portanto, estejam avisados. Eu sempre aguento a barra quieto, mas também sei me defender. A época que eu tinha medo de vocês acabou há muito tempo.



jamie ann zales ♡ dezessete ♡ fotografia&hipster ♡ roupas

Jamie estava fodida de raiva. Não aceitaria, de modo algum, levar qualquer tipo de desaforo vindo daquelas duas plastificadas. Jamie era uma hipster, e hipsters não deixavam popular nenhum rebaixá-los daquela forma. Mas tudo bem, sabia exatamente como fazer Lydia e Trisha passarem vergonha. Só precisava ser mais rápida que as duas.
Correu até o vestiário feminino e procurou pelo armário de ambas. Abriu-o com facilidade, já que as trancas deles não funcionavam muito bem então só precisava de um pouco de força. Assim que retirou seus devidos uniformes, pegou sua tesoura de dentro da mochila e os picotou, deixando grandes buracos principalmente na área dos peitos. Ao terminar o serviço nos dois, os colocou exatamente no mesmo lugar e correu se esconder, visto que Trisha e Lydia já estavam se aproximando do local. Agora bastava esperar para ver as duas berrando de ódio e não podendo ir para os seus treinos. Aquilo seria hilário.



trisha kendrick ♡ dezessete ♡ cheerleader&popular ♡ roupas

— Eu sei amiga. Não é qualquer vagabunda de óculos de flor que vai me deixar deprimida. Só estou pensando numa maneira de acabar com a vida dela sem deixar vestígios mesmo — Comentou, sorrindo. Capacho, há. Capacho era ela na época que andava com as duas, isso sim. Trisha foi sempre a melhor amiga de Lydia, não tinha dúvidas disso. As outras cheerleaders sim que são insignificantes.
As duas tinham treino agora, então foram conversando sobre planos malvados até o vestiário, onde Trisha pôde ver uma leve movimentação antes de entrar. — Você viu algum vulto por aqui? — Perguntou, torcendo para que ela também tivesse visto. Por fim, deu de ombros. Trisha às vezes conseguia ser pior que o capeta, por isso não se preocupava e nem acreditava com essas histórias de assombração. Abriu seu armário, que estava muito mal fechado por sinal, o que fez que ela levantasse mais uma suspeita de que alguém estava ali antes - E que tinha vasculhado suas coisas. A prova final foi ao retirar seu uniforme de lá dentro e ver que ele estava todo esburacado. — Que merda aconteceu aqui? — Perguntou, incrédula — Outro boicote esse mês contra a gente? — Comentou. Até parece que um simples uniforme cortado ia impedir as duas de treinarem. Estava na hora dessas pessoas terem ideias melhores de boicote.



anthony carlson  ✖ dezoito ✖ time de futebol&popular ✖ roupas

Anthony sorriu ao ver que, como esperava, a menina não reagiu mal a situação. Courtney era uma garota doce, e essa eram as mais fáceis de enganar, apaixonavam-se fácil. Era bom que seus amigos já estivessem com dinheiro guardado porque essa aposta já estava ganha.
É claro, se o amigo dela não estragasse tudo.
Anthony sabia que Oliver já estava desconfiado de tudo, tanto que em determinada hora este se afastou para ir falar com Harry e Erick. Tinha que tirar Courtney de lá o mais rápido possível, antes que ela fosse atrás de Oliver e então descobrisse tudo antes da hora. Na verdade, ele tinha que tirá-la de perto do outro loiro até que conseguisse o que queria. Precisaria de fazer algo para que, de alguma forma, Court ficasse contra Oliver. Assim ela ficaria sozinha, sem ninguém para desmascarar Tony e ainda depois poderia dar uma lição no outro. Plano perfeito.
Por um momento pensou novamente em desistir, não tendo tanta certeza se teria coragem de machucá-la dessa forma. Mas não conseguia parar de pensar que iria perder tudo que conquistou caso fizesse isso, portanto tinha que continuar. Ela era só mais uma rejeitada insignificante, por que estava se importando tanto?
— Imagina. Foi distração minha. — Sorriu, pensando em como poderia disfarçar o fato de Oliver estar mais a frente dando uma lição de moral nos seus colegas.  — Hm… Acho que seu amigo foi conversar com algumas outras pessoas. Como o sinal já tocou e eu tenho aula na mesma sala que você agora, o que acha de seguirmos juntos até lá? Você parece ser uma menina legal para se conversar. — Convidou, ouvindo sua pergunta de como ele sabia o nome dela. — Ah, eu nem me apresentei. Sou Anthony, mas você pode me chamar só de Tony. — Estendeu sua mão para um cumprimento — Temos bastante aulas juntos, então acabei decorando seu nome. Eu gosto de saber o nome de pessoas que me interessam — Sorriu mais uma vez. Esperava que ela entendesse que aquilo havia sido uma cantada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://overlandparkhs.forumeiros.com
starkrules

avatar

Mensagens : 31
Data de inscrição : 18/09/2016
Idade : 19

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Qui Out 20, 2016 11:30 am


lydia welch ✖ dezessete ✖  cheerleader&popular
Era hora de convocar as outras cheers para o treino, afinal com esses treinos elas poderiam ausentar nas aulas sem serem punidas por fazê-lo. A loira e Trisha chegaram logo ao vestiário feminino que ficava no segundo andar (que era propriedade privada das cheers, assim como os banheiros do 1º e 3º andar e a sala dos professores perto da biblioteca. Esses lugares só eram acessíveis para as próprias e seus convidados, qualquer outro aluno ou professor que ousava entrar acabava sofrendo severas punições). Seus armários podiam ser reconhecidos a metros de distância, o de Lydia por ser o único armário pintado de rosa e o de Trisha por conter uma quantidade absurda de adesivos colados nele. As meninas então estavam para pegar seus uniformes, quando a morena fala alguma coisa sobre elas estarem sendo observadas.
- Que história é essa de vulto, Trisha? Por acaso tá usando droga? NÃO ME DIZ QUE TÁ COMPRANDO DROGA COM O MEU PRIMO!!!
Logo elas pegaram os uniformes, mas para a sua surpresa havia algo de errado com eles. Estavam todos esburacados. Os tops pareciam soldados americanos perfurados por balas em todo o corpo (aquilo era um ultraje). Como belas roupas daquelas estavam naquele estado medíocre?
Lydia pensou em fazer mais um escândalo. Pensou em gritar, espernear e fazer todo o tipo de birra infantil. Mas daí se lembrou de que existia uma pessoa a qual ela poderia atribuir todo esse desastre da moda. Jamie. A vagabunda provavelmente teria feito isso aos uniformes para impedir que as cheers treinassem hoje.
- Isso não é apenas UM boicote, Trisha. Estamos aqui presenciando o ASSASSINATO de belos uniformes. Mas mesmo assim vista-os, vamos treinar assim mesmo. Até porque, mesmo usando uma roupa toda esburacada ainda somos as garotas mais bem vestidas da escola. – disse a loira. “Não foi dessa vez Jamie. Você errou, volte duas casas no jogo das vadias.”


harry summers ✖ dezoito ✖  futebol&popular  
O garoto Oliver parecia zangado ao se aproximar do time e começar a falar asneiras sobre proteger sua amiga, a loirinha.
- E porque exatamente você acha que “nós” estamos planejando alguma coisa? Você acha que nós perderíamos nosso tempo pensando em coisas para fazer contra os rejeitados? Ah, me poupe, a vida já fode vocês naturalmente. Nós nem precisamos fazer nada, já são todos ferrados pela natureza. Além do mais, é muita audácia a sua de chegar com essa marra toda aqui sendo que nós somos em onze e você é só um. Acha que consegue lidar com todos nós de uma vez garoto? – Harry disse enquanto se aproximava de Oliver e lhe dava um pequeno empurrão:
-Acho melhor você se preocupar apenas com a sua própria proteção, e não com a dos outros. Tome cuidado, na próxima vez que você nos insultar ou vier falar besteiras eu não serei tão bondoso. E pode acreditar que nenhum deles vai ser, e você vai estar com uma grande desvantagem.


courtney m. francis ✖ dezessete ✖  natação&rejeitada  
Courtney ainda não acreditava que estava conversando com um dos integrantes do time de futebol. Isso era completamente contra os princípios da amizade dela e do Oliver. Porém, até mesmo o garoto decidiu ir conversar com os outros jogadores, porque ela não poderia aproveitar a deixa, afinal, se ele pode ela também.
Voltando a sua atenção para o garoto a sua frente, que se identificava com Anthony ou somente Tony, ouviu o mesmo dizer que os dois teriam a mesma aula agora e que se ela quisesse ele iria acompanha-la até a sala de aula. O que era um tanto estranho, já que os jogadores nunca iam as aulas, por isso eram burros (mesmo Courtney não tendo nenhuma habilidade para julgar quem é inteligente ou não, porque é mais burra do que uma porta), mas mesmo assim soava estranho um popular daqueles querendo ir a aula. Ainda mais com ela! Em que planeta um cara daqueles se ofereceria para levar uma garota como Court para outro lugar que não fosse uma lata de lixo?
Se permitiu beliscar para ver se não estava sonhando. Não, não estava. Mas agora estava com uma mancha vermelha enorme em um dos braços.
- Eu nunca presto muita atenção nas aulas...mas se você quiser, nós podemos ir juntos, eu acho, pra aula sabe? Estudar. Estudar parece ser uma ótima ideia agora... – se virou para Oliver, que ainda estava conversando para lá e disse: - ESTOU INDO PRA SALA DE AULA ESTUDAR PORQUE SOU UMA MENINA MUITO INTELIGENTÉSIMA, A GENTE SE VÊ DEPOIS – e tomou o caminho para a tal sala.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
sweetchemical
Admin
avatar

Mensagens : 42
Data de inscrição : 18/09/2016
Idade : 18

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Qui Out 20, 2016 1:56 pm



oliver w. marshall  ✖ dezoito ✖ natação&rejeitado ✖ roupas

— Eu não sei. Talvez porque você e seus amigos tenham uma grande paixão por nós, afinal, volta e meia vocês estão tentando atingir a mim ou a qualquer outra pessoa que está abaixo. Vocês populares se acham muito bons, mas não passam de um bando de idiotas que precisam menosprezar os outros pra se sentirem alguma coisa. Mas, sinto-lhes informar que vocês não são melhores que ninguém aqui, ok? E no dia que todo esse reinado ridículo de vocês acabar, eu vou estar bem lá no meu cantinho para presenciar toda a desgraça acontecer e rir da situação, e principalmente, rir de você, seu aborto malsucedido. — Disse, diretamente à Harry — Você deve se achar muita coisa, não é Harry Summers? Deve se achar o rei da escola, mas a verdade é que você não passa de um mal amado que precisou se encostar na Trisha e nessa porta ambulante que é o Erick pra conseguir um pouco de popularidade porque nem isso mesmo conseguiu conquistar sozinho. — Sabia que a surra que iria levar logo depois de todo esse discurso seria violenta, mas não iria parar agora. Estava jogando na cara, não só de Harry, mas de todo o time, tudo que sempre quis falar nesses anos que esteve em OPHS aguentando as humilhações vinda dos rapazes. Era a hora de acabar de se esconder, de guardar tudo para si mesmo.
— Não encosta essa sua mão nojenta em mim. E ah, você não vai ser bondoso? — Deu uma risada irônico — E alguma vez você foi bondoso, Harry? Alguma vez você tratou bem alguém sem ser esse bando de seguidores seus? Ah é, nem eles você trata bem. Nem mesmo seus amigos. Ah, mas pera, tem pessoa que você tem que tratar bem, né? A Lydia, o Erick, a Trisha… Eles você idolatra, sabe por que? — Se aproximou novamente do rapaz — Porque você é um medroso. Você tem medo porque sabe que eles podem te destruir e então você vai voltar a ser um nada, como sempre foi. — Sorriu falso, fazendo uma pausa — A verdade dói, não dói? E agora, vocês vão fazer o que comigo? Me deixar bêbado de novo, o suficiente pra se aproveitarem de mim e depois vazar um vídeo meu pra todo mundo? Ou vão me bater no vestiário como sempre fazem? Vão em frente. Mas nada, nada vai mudar a verdade. Então vamos, o que você está esperando? ME BATE DE NOVO, HARRY. OU VOCÊ ESTÁ COM MEDO? — Finalizou, esperando receber um soco que não veio. Sorriu, como se tivesse previsto o óbvio. — Ah, como eu imaginei. Você não tem coragem. Nenhum de vocês têm. Só gostam de fazer as coisas escondidos, né? — Olhou para os dois garotos que tinham lhe mandado mensagens há alguns dias atrás, como uma espécie de indireta. Então, voltou a encarar Harry. Agora era a hora de dar um final àquilo. Como não daria certo dar um tapa na cara do maior, teve de utilizar um método mais simples: Com força, chutou Harry em uma parte não muito agradável. — E ISSO É POR TODAS AS VEZES QUE VOCÊ ME BATEU SEM EU TER AO MENOS FALADO COM VOCÊ. EU TE ODEIO HARRY, EU TE ODEIO ERICK, EU ODEIO TODOS VOCÊS — Terminou, se virando e correndo o mais rápido que podia. Aquilo tinha sido uma loucura, com certeza. Mas se pudesse, faria tudo de novo. A sensação de vingança era ótima.



trisha kendrick ♡ dezessete ♡ cheerleader&popular ♡ roupas

— QUÊ?! MEU DEUS, NÃO! É que eu vi alguém passando aqui dentro. Deve ser fome, comecei a ver coisas — Deu de ombros. Na verdade ela tinha dito aquilo pra disfarçar, porque não estava com fome e ainda sentia que estava sendo observada, mas tudo bem. Não queria pagar de louca.
— UGHHHHH EU VOU PEGAR A ARROMBADA QUE FEZ ISSO E… — Parou de falar e respirou fundo. — Você tem razão, amiga. De qualquer jeito ficaremos divinas, ao contrário da mendiga da Jamie que nem bem produzida consegue ficar bonita — Falou, indo trocar de roupa. No fim até que acabou ficando aceitável, apesar de parecer que havia participado de um tiroteio. É, não foi dessa vez que conseguiram barrar as duas cheerleaders.
Esperou que Lydia terminasse de se vestir para as duas irem para o treino, onde as outras líderes de torcida já as esperavam. Trisha percebeu os olhares das garotas sobre ela e sua amiga, provavelmente estranhando os buracos em seus uniformes. A morena revirou os olhos, irritada — Nós vamos treinar ou vocês vão ficar olhando pra gente? — Questionou, irritada, indo para o seu lugar. Não estava com paciência pra qualquer uma hoje.



anthony carlson  ✖ dezoito ✖ time de futebol&popular ✖ roupas

— Posso te contar um segredo? Eu também não — Riu. Na verdade ele prestava sim, às vezes, mas se quisesse fazer ela se apaixonar por ele teria de fingir que é o mais parecido o possível com a loira. Mesmo que tenha de se fingir de burro. — Então, sim, vam- — Foi quando começou a ouvir Oliver berrar com Harry no corredor. Meu Deus, as coisas estão perdendo o controle aqui — ...Vamos estudar — Sorriu, disfarçando. Ainda bem que Courtney pensava que estava tudo bem na rodinha dos garotos, se ela quisesse ir atrás do loiro tudo iria por água abaixo. Sentou-se numa carteira na frente da que Courtney havia se sentado, assim ficaria mais fácil para conversar com ela.
E, depois de muito tempo, o sinal tocou, avisando que o intervalo enfim tinha chegado. Os dois conversaram bastante durante a aula, provando que Courtney até que era uma pessoa agradável de conversar. Não seria uma experiência ruim ficar esses dias (ou semanas?) com ela. Foi até o refeitório, onde pegou sua bandeja de comida e já ia em direção à mesa dos seus colegas, quando avistou Courtney em uma sozinha. Mudou o rumo e foi até ela, chamando sua atenção — Hey Court. Teria problema eu me sentar aqui com você? Tenho que te perguntar algo…
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://overlandparkhs.forumeiros.com
starkrules

avatar

Mensagens : 31
Data de inscrição : 18/09/2016
Idade : 19

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Sex Out 21, 2016 10:53 pm


courtney m. francis ✖ dezessete ✖  natação&rejeitada  
Courtney então seguiu até a sala de aula, onde fez um “facepalm” ao perceber que a aula era de Sociologia com um professor que adorava falar coisas sem sentido ao invés de dar aula. Então ela resolveu fazer o que sabia fazer melhor em classe: tirar um longo cochilo. Seus sonhos, como sempre, eram vagos e não possuíam significado algum (geralmente sonhava com vacas góticas cantando como se fossem uma banda de rock, vestidas como tal). Foram longos 50 minutos de aula até que o sinal para um primeiro recreio tocou e ela logo acordou com o barulho. Olhou para os lados e já não tinha mais ninguém na sala de aula, nem mesmo o professor, ser a última da sala a sair e a primeira a entrar eram coisas de praxe para a loira.
Pegou seu lanche no armário e se encaminhou até o refeitório do primeiro andar, onde se sentou próxima a uma mesa vazia. Era comum Courtney almoçar sozinha nas mesas ou nos banheiros femininos, pois sua única companhia Oliver não gostava de comer na frente das outras pessoas (talvez porque comesse demais, nunca saberemos). Raras eram as vezes que os dois se sentavam juntos ali, preferiam ficar do lado de fora nos fundos para conversar.
Foi então que a loira percebeu que alguém estava vindo em sua direção e logo falou com ela. Era Tony. O garoto que havia esbarrado e acompanhado até a sala estava agora na sua frente e pediu gentilmente para se sentar com ela.
- Estou guardando esses lugares para os meus amigos...os imaginários, claro, porque não tenho amigos. Só um ou dois eu acho. Mas claro, pode sentar ai se quiser, e o que você quer me perguntar?


mistral sunshine ✖ dezessete ✖  esquisita&rejeitada  
Não foi difícil para Mistral permanecer anônima enquanto adentrava ao perímetro da escola. Suas roupas extravagantes e seu cabelo platinado chamavam muito a atenção, mas por alguma ironia do destino ninguém ousou conversar com ela e por incrível que pareça não foi alvo de nenhum tipo de chacota, até entrar no corredor principal.
Os poucos alunos que estavam no corredor principal eram em sua maioria aqueles que fugiam dos monitores de corredor para não frequentar as aulas, já dava até para imaginar que tipo de pessoas eram. Foi quando um garoto que aparentava ter 16 anos e meio gordo se aproximou da loira com alguns outros garotos menores atrás dele dizendo algo como: “Olhem lá, o zoológico deixou uma aberração escapar, vejam só essa menina, que esquisita”. Mistral no início prestou-se ao papel de apenas observar e fuzilar o tal garoto com os olhos. Foi quando o mesmo se aproximou e puxou seu braço com força e num movimento rápido e certeiro ela tira o cigarro que estava em sua boca e esfrega as cinzas no rosto do garoto, que logo caiu ao chão esfregando seus olhos.
- Cuidado ao tentar enfrentar um esquisito...ainda mais uma garota, seu poço de banha abominável e se tocar em mim novamente vou fazer questão de... – Não conseguiu completar a sua frase pois naquele momento um monitor apareceu e perguntou o que estava acontecendo. Mistral então percebeu que o resto da “gangue” tinha sumido e só restavam ela e o gordão. Foi logo dizendo que o garoto a atacou porque ela lhe disse que era errado fumar na escola (detalhe: o cigarro se encontrava nas mãos do garoto quando ela disse isso, o que facilitou a aceitação da história por parte do monitor). O homem levantou o menino e o puxando pela orelha iria leva-lo para a detenção.
Depois deste evento Mistral finalmente chegou até a sala do diretor, onde mostrou seus documentos escolares e recebeu as boas vindas por parte do simpático senhor Nubbins. Mas foi saindo da sala da direção que algo impressionante aconteceu: acabou esbarrando sem querer em uma pessoa e indo ao chão. Mas quando seu olhar se voltou para o outro percebeu que lhe era familiar, os cabelos loiros e as feições assustadas faziam jus a sua lembrança de um garotinho que era seu amigo há alguns anos atrás. Mistral sentiu vontade de chorar. Era Oliver que estava a sua frente e não estava com uma cara boa, e principalmente não pareceu reconhece-la.
-Oliver? ... é você mesmo? – ela diz ainda no chão.


lydia welch ✖ dezessete ✖  cheerleader&popular
O treino havia sido satisfatório, embora Lydia achasse que algumas meninas estavam ficando muito relaxadas ao fazer a pirâmide e isso não poderia acontecer. A pirâmide é a parte mais importante em um treino de torcida e ela não deixaria aquelas vagabundas tornarem aquilo banal. Então antes de dispensar as garotas, a head-cheerleader deixou bem claro que nenhuma delas poderia ir ao shopping por duas semanas como punição por terem sido desleixadas.
O sinal tocou e ela e Trisha foram ao refeitório comer seu habitual algodão com molho de pato. Um fato interessante sobre os eventos que se sucederam neste recreio. A notícia de que as cheers estavam usando roupas rasgadas acabou viralizando e ao entrarem no prédio a loira e a morena se depararam com dezenas de outras garotas usando camisetas rasgadas.
- Foi o que eu disse Trisha, essas idiotas não podem pensar por si e resolvem nos copiar. Parece que o plano da Jamie não deu tão certo quanto ela esperava.
Sentaram-se então na mesa do centro como sempre, e Lydia ficou pensando que logo Erick iria aparecer e fazer mais alguma coisa vergonhosa. Mesmo assim ela se sentia um pouco mal por tê-lo tratado daquela maneira, mas ninguém poderia saber disso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
sweetchemical
Admin
avatar

Mensagens : 42
Data de inscrição : 18/09/2016
Idade : 18

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Sab Out 22, 2016 12:42 pm



oliver w. marshall  ✖ dezoito ✖ natação&rejeitado ✖ roupas

Os momentos que antecederam o intervalo foram resumidos em evitar contato visual e fugir dos jogadores nas trocas de aula, mesmo sabendo que era inútil já que uma hora ou outra eles iriam pegá-lo. Oliver suspirou, já imaginando o que receberia, tanto na escola quanto quando chegasse em casa todo machucado. Seu pai sempre ficava bravo quando isso acontecia.
O sinal do intervalo tocou e ele foi um dos primeiros a sair da sala, tomando cuidado para não trombar com ninguém. Infelizmente, a pressa dele para encontrar Courtney era tanta que acabou não vendo uma pessoa que vinha em sua direção, trombando com ela com tanta força a ponto de derrubar esta no chão. — Ah, desculpa — Pediu, estendendo sua mão para ajudá-la, antes de olhar para quem estava no chão. Era uma garota loira e extremamente branca, que lhe parecia bem familiar. Ficou encarando-a por um momento, tentando recordar quem era, quando a mesma disse seu nome, perguntando se era ele mesmo. — Anh, sou eu mesm… — E foi aí que ele se lembrou.
Aquela ali no chão era Mistral. Eles, junto com Lydia, eram melhores amigos na infância e sempre brincaram juntos, antes dela ir embora para a Alemanha e Lydia se tornar uma completa fútil. Uma sensação de nostalgia lhe passou pela cabeça antes de sorrir, animado em ter reencontrado a amiga — Mistral, eu não acredito que é você! — Exclamou, ajudando ela a se levantar e a puxando para um abraço — Que saudade! Já se passaram tantos anos.. Por que você voltou pra esse buraco? — Perguntou, afastando-se do abraço. O que teria levado ela a sair da Alemanha pra voltar para Overland Park? Sabia que ela tinha ido embora por causa do tratamento para a leucemia. Então, tecnicamente, se ela estava de volta era porque estava melhor? Torcia que sim. — Como foi passar esses anos na Alemanha? Você já tá curada? — Continuou, a puxando em direção ao refeitório — Quero que me conte tudo enquanto procuramos a Courtney, você vai gostar dela.



anthony carlson  ✖ dezoito ✖ time de futebol&popular ✖ roupas

— Fico impressionado de uma menina tão divertida como você não ter amigos — Comentou, enquanto se sentava na cadeira a frente de Courtney — Acredite, eu ando no meio dos populares e posso afirmar que você é muito mais legal que a maioria das pessoas de lá. Prefiro ficar aqui com você. — Sorriu. Era muito errado mentir pra aquela garota? Não que ela não fosse legal, mas entre andar com seus amigos e estar no topo e andar com uma pobre garota rejeitada, ele preferia a primeira opção, obviamente.
Courtney o questionou sobre o que ele queria perguntar, e respirou fundo. Ir com ela no baile acabaria com toda sua reputação e depois seria difícil alguma menina popular querer ficar com ele, mas ok - Faria de tudo para ganhar aquela aposta. Depois era só explicar pra todo mundo o motivo de ter ido com ela e tudo voltaria ao normal. — Então… — Respirou fundo, fazendo um pouco de suspense — Vou ser bem direto: Quer ir ao baile comigo? — Perguntou, dando um breve sorriso — Eu não tenho um par ainda, e todas essas meninas me parecem desinteressantes. É claro que se você já tiver par eu vou entender, mas eu ia ficar muito feliz em ter você de companhia. — Finalizou, pondo sua mão sobre a dela em cima da mesa. Tinha que ser mais romântico, não tinha?



erick harrison  ✖ dezoito ✖ capitão do time de futebol&popular ✖ roupas

Erick nem soube muito bem como proceder com tudo que aconteceu depois que Oliver chutou Harry e saiu de perto dos jogadores. Talvez devesse ajudar seu colega e correr atrás do loiro, mas estava confuso demais pra ter qualquer reação. Depois cuidaria dele com os outros. Só sentia pena do seu amigo, levar um chute naquela parte não era nada legal.
As aulas antes do intervalo passaram e o sinal tocou, o que significava que era hora de ir falar com sua namorada e pedir desculpas pelo que aconteceu mais cedo. A encontrou como sempre na mesa do centro, junto a Trisha como de costume. Respirou fundo, avisando aos amigos jogadores que já os encontrava e caminhou até a mesa com uma cara de poucos amigos. — Amorzinho… — A chamou, sentando-se na cadeira em frente a dela. — Sinto muito pelo que aconteceu hoje de manhã, eu sei que te envergonhei na frente da escola inteira e estou muito arrependido por isso, eu deveria ter ensaiado mais antes de simplesmente chegar cantando — Suspirou — É que eu achei que você ia gostar, só queria te deixar feliz e fazer algo diferente, nosso namoro significa muito pra mim e eu gosto de demonstrar ele de outras maneiras. — Continuou, dando de ombros. Erick gostava de Lydia o suficiente para fazer qualquer coisa para a loira, independente do que isso custasse. A felicidade da garota estava sempre em primeiro lugar, mas dessa vez ele tinha errado feio. — Prometo que nunca mais faço isso, só não quero que continue brava comigo…



trisha kendrick ♡ dezessete ♡ cheerleader&popular ♡ roupas

Lydia deu uma boa lição nas cheerleaders folgadas que não se empenharam o suficiente no treino: Elas não poderiam visitar o shopping por um bom tempo. Trisha também contribuiu e ameaçou de deixá-las sem poder usar os banheiros exclusivos das cheerleaders por semanas se elas continuassem com tal preguiça.
Após o sinal do intervalo bater, as duas amigas foram para o refeitório. Durante o caminho, não puderam deixar de notar a quantidade de meninas que já tinham esburacados suas roupas apenas por causa das duas. — Que morte horrível pra Jamie, ao invés de acabar com nossa popularidade que nem ela queria, só está aumentando-a mais. — Riu, indo para sua mesa, onde poderiam enfim comer sua refeição saudável e com 0% de calorias. — Amiga, o Harry está estranho comigo hoje, será que ele tá nervoso por causa da escalação do time ou ele tá me chifrando? — Perguntou, antes de virar a cabeça e se deparar com um Erick na frente das duas pedindo desculpas pelo erro que cometeu. Fofo da parte dele. Por um momento dava até pra fingir que ele não é um completo idiota.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://overlandparkhs.forumeiros.com
starkrules

avatar

Mensagens : 31
Data de inscrição : 18/09/2016
Idade : 19

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Sab Out 22, 2016 9:40 pm


mistral sunshine ✖ dezessete ✖  esquisita&rejeitada  

Para a sua surpresa o rapaz loiro logo a reconheceu e logo a abraçou. Era bom sentir que ele ainda se lembrava dela. Logo seu sorriso desapareceu quando ouviu as perguntas que ele lhe fez, e respondeu:
- Buraco? Para mim essa cidade sempre vai ser a melhor do mundo, talvez seja por isso que quis voltar. Estou impressionada com o quanto ela cresceu, nem parece mais aquele lugar onde eu costumava brincar – pausou bruscamente, e de forma mais séria prosseguiu: - Bom...eu acho que estou, pelo menos os médicos me disseram que por enquanto está tudo bem e que eu não preciso me preocupar, devo estar 100% recuperada – deu uma risadinha.
Mal reencontrou o velho amigo e já estava mentindo para ele. Mistral não estava recuperada, na verdade sua doença estava se agravando cada vez mais, porém ela não se importava. “É uma péssima maneira de começar uma conversa, mas enquanto ele achar que estou boa está tudo bem”, pensou.
– E onde está a Lydia? Eu ainda não a vi até agora, achei que, como ela é bem querida na escola estaria caminhando por aqui e... – ele a interrompeu e seria melhor irem andando para encontrar a tal amiga Courtney, que devia estar perdida por ai.
– Claro, claro. Vamos atrás dela, estou louca para conhece-la.


lydia welch ✖ dezessete ✖  cheerleader&popular

As meninas então sentaram em sua mesa e Trisha já foi logo puxando um assunto sobre seu namorado Harry. Ao ouvir atentamente o que a amiga dizia, a loira respondeu:
-Chifrando você ele não está, disso a gente pode ter certeza. Até porque nós sabemos de tudo que acontece nessa escola. Outro argumento é de que você é a segunda pessoa mais gata deste colégio e a primeira já está compromissada, então eu acho que ele não faria isso. Agora, sobre ele estar nervoso eu tenho uma teoria, o Erick me disse há alguns dias atrás – pausou por um tempo para processar o nome do namorado e lembrar da cena ocorrida há algumas horas atrás: - Como eu dizia, o Erick me disse (the x files theme song playing in the background) que o treinador deles estava terminando a lista para as nacionais, e pelo que eu sei Harry parece estar bastante preocupado em não ser escolhido. Erick me contou que em alguns jogos ele não está tendo um bom desempenho, o que é estranho porque toda vez que vemos ele jogar eu sempre acho que ele está tão bem, se bem que... pra mim qualquer jogador dentro do campo deve jogar bem, eu não entendo porra nenhuma e nem faço questão de entender. Mas relaxa amiga, logo logo essa lista sai e vai ficar tudo bem
Nesse momento Erick aparece do nada dizendo suas conhecidas palavras de desculpas.
- ...acho que só vai estar tudo bem pra você porque para mim...
Mas logo o rapaz começou a dizer umas coisas que deixaram Lydia sentida, como dizer que o namoro deles era tudo para o garoto. Ele estava sentado na cadeira em frente a dela, então a loira se levanta e senta do colo do moreno dizendo:
- É claro que eu te perdoo, seu grande estúpido. Você não me deixa escolha com essas desculpas tão fofas. Ai, eu tô tão feliz que acho que nem vou queimar o violão tosco que você me deu – dito isso beijou o rosto do rapaz.


courtney m. francis ✖ dezessete ✖  natação&rejeitada  
Courtney não sabia o que dizer. Para falar a verdade ela nem sabia se estava respirando naquele momento ou se já tinha batido as botas e aquele era algum tipo de “céu dos perdedores”, aquele garoto maravilhoso e super gentil a estava convidado para ir ao baile. Mas espere aí, tudo parecia bem...bem demais. Uma coisa boa como essa não aconteceria com a loira assim de repente, alguma coisa estava por trás daquele milagre e ela não sabia o que poderia ser.
Ficou um bom momento apenas observando Tony sem saber o que responder, até que o loiro fez sinal de que não estava entendendo e isso acabou por tira-la do seu transe:
– Deixa eu ver se entendi. Você, Anthony super-cara-popular-jogador, está me convidando, euzinha para o baile? É isso ou eu estou completamente dopada? Porque isso não pode estar acontecendo.
A exaltação e surpresa eram tantas que a garota acabou por cair da cadeira e levantando rapidamente dizendo um: “É! Eu não tô morta”. Se sentou novamente e disse:
- Acho que eu vou dizer sim antes que você volte ao seu normal e perceba o tamanho da besteira que fez ao convidar uma perdedora como eu para o baile. ENTÃO EU DIGO SIM, VAMOS SIM, AMIGO.
Depois ele colocou sua mão sobre a mão dela. Aquilo foi o bastante para fazer a loira ficar toda corada e envergonhada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
sweetchemical
Admin
avatar

Mensagens : 42
Data de inscrição : 18/09/2016
Idade : 18

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Sab Out 22, 2016 10:37 pm



anthony carlson  ✖ dezoito ✖ time de futebol&popular ✖ roupas

Courtney parecia incrédula com o fato de que um jogador popular havia acabado de a convidar como par no baile. Por um momento ele quis rir, não por estar zombando com ela, mas sim porque sua reação havia sido engraçada - E até mesmo fofa. Sentiu pena dela, e rapidamente quis desistir da aposta. Valia a pena magoar aquela menina por causa dos seus amigos e de sua popularidade? Sabia que não, mas seu orgulho era forte demais para se deixar levar pela compaixão. Tinha que manter-se firme. Ele nem gostava dela de qualquer jeito. — Bem, eu não estou vendo mais ninguém interessante por perto, então sim, estou te convidando — Riu fraco — E não, você não está dopada. Ou está? Não sei, mas isso aqui é muito real sim. — Não totalmente.
Arregalou os olhos quando esta caiu da cadeira graças à emoção. Anthony se levantou um pouco da sua para verificar se ela estava bem, mas por ela ter se levantado rápido, imaginou que sim. Courtney aceitou, exalando uma animação até exagerada, mas adorável. O rapaz sorriu, contente — Ótimo! — Comemorou, virando a cabeça e vendo que o amigo chato dela e mais uma loira haviam aparecido no refeitório. Achou melhor ir embora antes que ele viesse lhe dar sermão. Levantou-se da cadeira, pegando sua bandeja consigo — Lembrei que preciso passar na biblioteca agora, então tenho de ir. Depois me passa seu endereço, no dia do baile eu vou te buscar. Espero te ver ainda mais linda do que já é. — Sorriu, se aproximando dela e lhe dando um breve beijo na bochecha — Até depois, Court — Se despediu, saindo de perto da mesa. Fez um gesto discreto para os amigos jogadores, indicando que aquela aposta já estava ganha. Anthony era um ótimo enganador mesmo.




oliver w. marshall  ✖ dezoito ✖ natação&rejeitado ✖ roupas

— Era a melhor cidade do mundo quando éramos criança, agora isso daqui vai de mal a pior — Não querendo te desanimar, é claro — Deve ser porque você tinha ido embora. Quem sabe agora as coisas voltem a ser como antes. — Exceto pela parte de ele e Lydia voltarem a ser amigos. Isso provavelmente nunca mais vai acontecer.
O loiro sorriu com a boa notícia, era ótimo saber que Mistral estava bem novamente. A menina foi muito importante quando era criança e ele ficou extremamente triste quando sua mãe contou que ela tinha ido embora porque estava doente. Só depois de crescido ele foi entender o que ela tinha, e não era nada simples. Pelo menos agora ficava feliz em saber que ela estava curada. — Isso é ótimo! — Exclamou, antes dela perguntar onde estava a Lydia, fazendo o rapaz suspirar e dar de ombros. — Deve estar infernizando a vida de alguém, é só isso que ela faz. E ela não é querida, ela é temida, é diferente. Essa escola é tipo uma hierarquia — Comentou, chegando na porta do refeitório, onde os grupos estavam devidamente juntos almoçando em suas mesas. — Por exemplo, aqueles ali são os jogadores. Muito anabolizante, pouco cérebro — Apontou para a mesa dos rapazes, onde alguns faziam coisas nojentas com a própria comida — Ali são os nerds, os drogados, os que se acham populares, os hipsters… — Foi apontando para as devidas mesas, explicando o que era cada grupo. — Além disso, também existe as melhores pessoas que você vai conhecer, que no caso sou eu e a Courtney, que aliás não sei onde está até agora — Procurou rapidamente ela pelo refeitório, mas não encontrou. Então, fixou seu olhar na mesa de Lydia e Trisha, apontando com a cabeça para elas. — E, é claro, as piores. A loira como você já deve imaginar é a Lydia, junto com o namoradinho burro Erick e a seguidora Trisha. Tem mais uma, a Dakota, mas ela é meio burra então deve ter se perdido no caminho. — Finalizou. Deu mais uma olhada pelo refeitório e avistou Courtney, enfim - Ela estava sozinha e parecia feliz — Ah, achei ela! Vamos lá — Falou, puxando a menina pelo braço e a arrastando até a mesa solitária de Courtney — COURTNEEEEEEY, essa é minha amiga Mistral, nos conhecemos desde os seis anos e agora ela voltou da Alemanha e vai estudar com a gente. Mistral, essa é minha amiga Courtney, ela é fã de Gossip Girl. Vocês vão se dar bem. — Apresentou uma à outra, antes de se sentar e esperar que elas conversassem entre si. Era bom que as duas virassem amigas, não queria ter que escolher ninguém entre elas.[/i]



trisha kendrick ♡ dezessete ♡ cheerleader&popular ♡ roupas

— Você tem razão. Ele não me trairia, ao menos que fosse retardado o suficiente pra me trocar por outra. — Comentou, convencida. Ora, e estava mentindo? Trisha era fabulosa! Qualquer rapaz (com exceção daqueles que não curtem garotas) daria tudo para sair com ela. Harry era um rapaz de sorte. E além disso, Trisha acabaria com a vida dele caso isso realmente estivesse acontecendo, então, ele não é nem burro de tentar.
Foi então que sua amiga revelou o motivo de toda a apreensão do namorado, e aquilo era estranho. Harry sempre foi um dos melhores jogadores, se estava decaindo agora era porque provavelmente algo ruim estava acontecendo com ele. — Isso é estranho, porque ele sempre jogou muito bem. Será que ele tá passando por alguma coisa na casa dele e não me contou? — Perguntou, um pouco preocupada. Trisha se importava com o namorado, e se ele estivesse com algum tipo de problema, faria de tudo para ajudá-lo. Apesar de não parecer, ela tem um coração. Por fim, suspirou. — Depois vou tentar conversar com ele. Espero que tudo fique bem mesmo.



erick harrison  ✖ dezoito ✖ capitão do time de futebol&popular ✖ roupas

Erick podia ser um idiota, burro e insensível a maioria das vezes. Mas, não podia negar que, quando queria, ele conseguia ser adorável e até mesmo romântico. Agora era um exemplo disso, e apenas precisou falar a verdade. Estava arrependido sim de ter feito sua namorada passar e havia aprendido a lição: nunca mais faria serenatas.
Sorriu quando Lydia o perdoou, envolvendo sua cintura num abraço quando esta se sentou em seu colo — Amo você, princesa — Disse, antes de lhe dar um selinho. — E que bom que você vai guardar o violão, da próxima vez te trago um berrante pra combinar!!


~ Mudança de horário :: 10:30 ~
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://overlandparkhs.forumeiros.com
starkrules

avatar

Mensagens : 31
Data de inscrição : 18/09/2016
Idade : 19

MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   Seg Out 24, 2016 2:56 pm


mistral sunshine ✖ dezessete ✖  esquisita&rejeitada  

A loira se mostrava interessadíssima em ouvir as informações de Oliver sobre os alunos que estavam sentados.
- Você sabe que está citando Mean Girls não é? Eu adoro esse filme. Quer dizer então que a minha amiga Lydia se tornou uma espécie de Regina George?
Até que Oliver a levou a uma mesa onde só havia uma garota sentada sozinha, e aquela deveria ser a tal da Courtney. Mistral ficou encantada com a aparente simpatia que a garota Courtney exalava. Ela tinha todo aquele jeitinho de tímida e parecia ser uma gracinha para conversar, e ainda por cima gostava de uma de suas séries favoritas, o que facilitou bastante na hora de puxar o assunto com a outra loira.
- Olá Courtney, eu sou a Mistral. Estou muito feliz por te conhecer, pelo visto o Oliver fez uma amiga bastante interessante. Mas o que eu estou mais impressionada é em saber que VOCÊ GOSTA DE GOSSIP GIRL – a menina deu um grito: - EU AMO GOSSIP GIRL, É A MINHA SÉRIE FAVORITA NO MOMENTO. EU SINTO QUE A GENTE VAI SE DAR MUITO BEM, MIGA.


courtney m. francis ✖ dezessete ✖  natação&rejeitada  

A garota esperou Tony se afastar para ter o seu momento “surto interno”. “EU AINDA NÃO ACREDITO QUE ISSO É REAL. NÃO PODE SER, SERÁ QUE EU ESTOU NA MATRIX E NÃO TÔ SABENDO?”, pensou. Aquele rapaz parecia ser bom demais para estar num grupo como os populares (que eram conhecidos pela sua grosseria). Por nenhum momento passou em sua cabeça ingênua a possibilidade dele estar apenas brincando com ela.
Enquanto estava perdida em seus devaneios, Courtney nem percebeu que Oliver estava a sua frente, e acompanhado. Uma garota com uma altura quase igual a sua, cabelos loiros e pele bem clara, muito bonita por sinal (apesar de possuir um nariz bem proeminente). Ouviu o garoto explicar que essa era Mistral, uma velha amiga dele de infância que havia ido morar na Alemanha mas que agora estava de volta. O loiro começou a soltar um monte de informações que Court não prestou atenção, até que uma delas chamou a sua atenção.
- O QUEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE. VOCÊ GOSTA DE GOSSIP GIRL? EU AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAMO GOSSIP GIRL SO MUCH. ESSA SÉRIE É A MINHA VIDA – ela dizia enquanto via que Mistral surtava ao citar a série:
- MEU DEUS AMIGA ME DÁ UM ABRAÇO, VAMOS SER BFF’S E SAIR VENDENDO FACAS POR AÍ – deu então um rápido abraço na outra loira.
Vendo então que Oliver parecia esboçar um pouco de ciúmes, ela lhe disse:
- Ai Oli não fica assim. Eu também te levo pra vender facas, amigo! – Ela e Mistral começaram a rir como se fosse uma piada interna.


lydia welch ✖ dezessete ✖  cheerleader&popular

Lydia fez uma cara de desprezo ao ouvir o que o namorado lhe disse sobre lhe dar um berrante da próxima vez que ele fosse viajar.
- Então eu suponho que dá próxima vez você terá que arrumar outra namorada caipira para dar um berrante para ela. Porque se trouxer mais uma dessas porcarias pra mim EU JURO QUE VOU ENFIAR TODAS ELAS BEM NO SEU RABO, palhaço
Ela se levantou e arrumou a saia que estava um pouco levantada. Foi até Trisha e a puxou para se levantar:
- Quer saber? Cansei de ficar no colégio não quero mais assistir as outras aulas. Vamos pro Shopping comprar uma roupa para usarmos a noite para ir ao cinema com os garotos – ela se volta para Erick dizendo: - E se você me levar para ver algum filme que tenha a Shania Twain eu juro que vou te socar até fazer você chamar pela sua mãe, ok? Venha buscar a gente as 20:00 na minha casa, bye! (man! i feel like a woman playing in the background)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: ♥ O RPG É AQUI ♥   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
♥ O RPG É AQUI ♥
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
 Tópicos similares
-
» grave uma linha de baixo aqui II
» Sempre estive aqui...só voce não viu isso
» Você têm celular? Então poste o número dele aqui ;)
» to rindo aqui
» Bora animar isso aqui, gente.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
OVERLAND PARK HIGH SCHOOL :: Sua primeira categoria :: Seu primeiro fórum-
Ir para: